Tecnologia permite dobrar a produtividade da soja

Tecnologia permite dobrar a produtividade da soja

PARTILHAR
plantio-da-soja-ms
Soja no Mato Grosso / Foto: Milla Lazo @millalazo

Agricultor mineiro colhia uma média de 45 sacas por hectare e, após o manejo mais técnico, passou a obter mais de 72 sacas

André Anelli, de Paracatu (MG)

A agricultura de precisão vem ganhando espaço entre produtores mineiros. O aumento da produtividade justifica o investimento em novas tecnologia.Um solo argiloso e exposto a pancadas de chuvas isoladas estão mudando a fertilidade de um talhão para o outro em uma propriedade localizada em Paracatu, noroeste de Minas Gerais.

Pensando nesta dificuldade o técnico Aldo Barbosa Lima ofereceu o serviço de agricultura de precisão para melhorar os resultados da soja na fazenda.

“A gente trabalha com amostragem de solo georreferenciada, visando a taxa variável de fertilizantes, tanto para correção de solo, quanto para adubação de manutenção. A gente tem conseguido aplicar essas técnicas de forma com que equilibre a fertilidade do solo e com isso o solo começa a ter respostas mais biológicas”, diz Lima.

Há quatro safras o produtor José Donizete Pinton utiliza a tecnologia em um curto espaço de tempo, ele viu a produtividade quase dobrar. “Partimos de uma produtividade de 45 a 48 sacas, há quatro anos e na última safra fizemos uma média de 72 sacas. Depois da agricultura de precisão, só veio melhorando essa marca.

A próxima fase da agricultura de precisão é a adoção do Vant, um veículo aéreo não tripulado. O aparelho é semelhante a um avião e faz o diagnóstico da lavoura com base na estética das plantas. O piloto do equipamento explica por que esta deve ser a fase final da agricultura de precisão.

“Essa etapa é posterior quando o fator limitante da sua área já não é mais a nutrição do solo. Pois ele auxilia na definição de ambientes dentro da lavoura”, diz Emerson Ferreira Noronha, piloto do Vant.

“Com essas fotos, vamos identificar as manchas e as falhas na lavoura, que irão delimitar o ambiente. Dentro disso vem a equipe técnica, faz essa análise em campo e diante dos resultados conseguimos ter essa tomada de decisão mais assertiva.”

Hora de comprar os insumos: Soja cai 14%

Fonte: Projeto Soja Brasil

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com