Uruguai confirma primeiro caso de vírus PRRS

Uruguai confirma primeiro caso de vírus PRRS

PARTILHAR
Suinocultura
Foto: Divulgação

Apesar de surtos serem registrados em maio, casos só foram reportados a OIE no fim de julho

Pela primeira vez, a síndrome respiratória reprodutiva em suíno (PRRS) foi encontrada em granjas no Uruguai. No total, o vírus foi encontrado em fazendas de duas províncias.

De acordo com o Ministério Uruguaio para Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP), esta é a primeira vez que a doença foi confirmada no país.

Apesar dos surtos terem sido descobertos no fim de maio, apenas foram reportados para a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) no fim de julho de 2017.

A infecção foi descoberta em âmbito de uma investigação acadêmica sobre vírus e foi confirmada pelos testes indiretos ELISA e RT-PCR.

Fazendas infectadas não eram próximas

As fazendas eram relativamente longe uma da outra. Em uma localização em Salto, no norte do Uruguai, quatro animais foram infectados. Em outra localização em Canelone, no sul do país, foram oito animais confirmados com PRRS.

Uma investigação epidemiológica foi iniciada nas instalações afetadas, assim como em fazendas de suínos que importaram porcos reprodutores nos últimos dez anos. A fiscalização continuará nos abatedouros.

Fonte: Suíno Cultura