Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Uruguai: seca deixa prejuízo gigantesco para setor leiteiro

“Sem o período seco, esperava-se uma produção de 2,096 bilhões de litros e com o período seco, 2,034 bilhões de litros.”

A seca teve um impacto profundo no setor primário de lácteos do Uruguai. Menor faturamento e maiores custos de suplementação se traduziram em prejuízos de US$ 136 milhões, segundo relatório elaborado pelo Instituto Nacional do Leite (INALE).

Em sua metodologia para estimar o impacto, o INALE considerou, por um lado, o aumento dos custos devido à maior suplementação e, por outro, o menor faturamento devido às perdas de produção.

Impacto da seca no Uruguai

O impacto da seca com base em um modelo específico que tomou como referência o INALE, mostra que o custo por litro para maior suplementação chega a 5,4 centavos por litro. “Se extrapolarmos essa perda de 5,4 centavos de dólar/litro para os 2,089 bilhões de litros de leite em todo o país, daríamos uma perda total estimada de 113 milhões de dólares ao nível do setor primário da cadeia leiteira”, informa o relatório detalhado.

isso se soma o menor faturamento devido às perdas de produção. Embora a produção de leite tenha resistido em janeiro, em fevereiro registrou queda de 9,3% no país. “Sem o período seco, esperava-se uma produção de 2,096 bilhões de litros e com o período seco, 2,034 bilhões de litros. Isso significa uma perda de 61 milhões de litros”, diz o relatório.

Estimativa de perda na produção de leite em 2023 devido à seca

“Com base no preço esperado, estima-se que haverá uma perda de faturamento de 23 milhões de dólares em consequência da seca (61 milhões de litros por 0,37 US$/l)”, detalha. Com perdas de US$ 113 milhões devido a custos mais altos e US$ 23 milhões devido à menor produção, as perdas totais seriam da ordem de US$ 136 milhões.

Fonte: Blasina y Asociados

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM