Veja quanto mede um alqueire de terra na pecuária

PARTILHAR
Você sabe quanto mede um alqueire de terra na pecuária? – Foto: Fazenda Santa Nice

Confira abaixo as dicas que podem te ajudar a saber quanto mede um alqueire de terra e, acima de tudo, te proporcionas várias vantagens.

Entre as medidas agrárias que são muito utilizadas, temos o alqueire. Diferente da metragem, que tem uma medida nacional, por exemplo, um metro é igual a 100 centímetros em todos as regiões, com o alqueire, como citamos, é diferente. Saber quanto mede um alqueire de terra te proporciona várias vantagens.

No momento da negociação de uma nova propriedade, irá te ajudar a calcular a extensão da terra. No cálculo de pasto, na aplicação de herbicida, ao inserir novos animais por tudo. São detalhes que contam muito na sua pecuária.

Se você está se perguntando o que é um alqueire, fique tranquilo. A resposta vem logo agora.

Em primeiro lugar, o alqueire é uma medida agrária que varia de acordo com cada região do Brasil.

Você está pesquisando alguma propriedade em determinada região do país? Então, não deixe de ler essa dica.

Feita essa abertura, vamos focar na nossa pergunta principal.

Quanto mede um alqueire de terra?

Como já falamos, cada região do Brasil, tem sua própria medida de alqueire.

Então, vamos lá:

Na região das Minas Gerais, 1 alqueire equivale a 48.400 metros quadrados. Essa medida corresponde a 4,84 hectares.

Ainda na região Sudeste, temos o alqueire paulista. Portanto, no Estado de São Paulo, um alqueire corresponde a 24.200 metros quadrados. Quer transformar em hectare para ter uma noção? Aí vai, esse número é 2.72 hectares.

Indo para o Norte, cada alqueire vale 27.225 metros quadrados. Dessa forma, transformando em hectare, vale 2,72.

Agora, o nosso querido Nordeste, tem o maior alqueire de todas as regiões. Na Bahia, a cada 1 alqueire, temos 96. 800 metros quadrados. Assim como os demais alqueires, vamos transformá-los em hectares. Essa metragem equivale a 9,68 hectares.

E sobre o hectare? 

Já que o alqueire é baseado em hectare, precisamos falar dele também, não acha?

Assim, quando terminar essa leitura estará bem informado para negociar com precisão.

Então, indo direto ao assunto. A cada 1 hectare equivale a 10.000 metros quadrados. Ou 100 ares.

O que se pode medir por hectare? Quase todas as extensões territoriais da pecuária. Propriedades, pastos, bosques e plantações.

A importância de saber quanto mede um alqueire

No momento da negociação por novas terras ou até mesmo expandir a metragem da atual, essas medidas são as mais utilizadas. Muitos outros números também fazem parte da rotina de uma propriedade que cria gado. Vamos conferir quais são eles?

  • Começando pelo mais básico: número de cabeças de gado;
  • Depois, pela estrutura, de acordo com o sistema (pasto, semi-confinamento e confinamento) e também a produção (carne ou leite);
  • Se você pretende expandir seu negócio, mesmo que não seja algo tão próximo, planeje-se o quanto antes. Se puder, comprar uma propriedade que já atenda seus planos futuros, facilita muito. Mesmo que nos primeiros meses ou anos, algumas áreas fiquem inutilizadas. Entretanto, é importante que toda a extensão receba cuidados.
  • No momento da negociação, seja diretamente com o dono da propriedade ou com imobiliárias e outros intermediários, saber logo de cara as medidas, facilita o entendimento e te dá maior margem para uma possível contra proposta.

Compra e venda de propriedades rurais

Mais que o tamanho da propriedade rural que será adquirida, algumas outras observações precisam ser feitas.

Claro que tudo depende da intenção do futuro proprietário ou proprietária.

Portanto, se o seu foco é criação de bovinos, estude a estrutura adequada para as produções de carne e leite. Além do curral, pasto ou baias para confinamento, cochos e bebedouros, ter árvores para os bovinos se protegerem do sol é importante.

Entretanto, se a escolha do sistema for a pasto, desde a início, já faça uma análise do solo. Faça uma ronda e verifique se há ervas daninhas, parasitas e degradação, por exemplo. Todas essas características podem influenciar em gastos para adequar sua nova aquisição.

Caso queira produzir cultura para alimentação própria e dos animais também. Cada uma exige um cultivo diferente. Assim como a preparação do solo.

Comprou, herdou ou desde que nasceu tem uma propriedade de terra. O que importa é manter os documentos sempre em dia. Além da parte legal, os cuidados com esse seu bem precisa ser diários, assim como a produção do rebanho.

Fique de olho na sua propriedade

Em primeiro lugar, a estrutura exige manutenção. Para pleno funcionamento, currais, estábulos, cochos, maquinários, caso utilize tecnologia, como tronco eletrônico, ou ordenha mecânica, entra em uma agenda para conferência de estado.

Em segundo lugar, o pasto. Não tem como fugir dele, afinal 95% da nossa produção é baseada nesse tipo de sistema. Quando indicamos que a pastagem também precisa de manutenção, estamos nos referindo a:

  • Escolher uma forrageira adequada para a região e produção.
  • Feito isso, afastar sempre os parasitas é uma tarefa constante. Temos ainda as cigarrinhas, cupins, formigas cortadeiras. Plantas invasoras são outro problema que impacta a produtividade, pois rouba os nutrientes que deveriam ir para o seu gado, resultando em uma boa engorda;
  • Implemente, se puder, ferramentas que previnem a falta de pasto na seca. Entre elas, a irrigação. Caso não tenha caixa neste momento, mas entende que será a salvação do seu negócio, recorra ao crédito rural. Porém, estude bem os juros e faça um planejamento. As parcelas precisam caber dentro do orçamento da propriedade. Para isso, tenha as suas finanças em dia. Entender o que se gasto e o quanto se lucra por mês é fundamental. Para isso, coloque tudo em uma planilha.

Cuide não só da estrutura 

Agora vamos ao principal: a alimentação que faz seu gado engordar. Claro que a alta produtividade da pecuária é um conjunto de fatores. O produtor rural que alia uma boa ração, uso de suplementos, aplica conceitos de bem-estar animal, segue o calendário de vacinação e cuida bem do pasto, só tem a ganhar muito dinheiro.

E já que falamos sobre a ração, imagine você oferecer um alimento no cocho que, além de matar a fome, proporciona uma engorda que irá resultar em um produto diferenciado. Sabe aquela carne ou aquele leite que os fornecedores disputam para ter nas prateleiras? A sua propriedade tem capacidade de produzir.

Mais que te dizer, vamos te ensinar. A fórmula é simples e você pode fazer na propriedade. O importante é seguir uma receita para cada fase do gado: cria, recria e engorda. Cada uma delas exige ingredientes diferentes para acompanhar o desenvolvimento. E assim, ao fim de gado período, não só bater a meta de arrobas, mas ultrapassá-la.

Adaptado do Portal Boi Saúde

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com