Venda de embriões Simental já bateu recorde ante 2019

Venda de embriões Simental já bateu recorde ante 2019

PARTILHAR
Animais-da-raca-simental-da-Casa-Branca-Agropastoril
Foto: Fábio Fatori

A estimativa é de que o ano feche com crescimento de 50%, entretanto, a venda de embriões Simental já bateu recorde ante 2019; Confira!

A demanda está aquecida para animais com genética Simental. Somente no primeiro semestre de 2020, o número de embriões de animais puros das raças Simental e Simbrasil superou em 15% o volume de embriões coletados em todo o ano de 2019.

O levantamento é da Associação Brasileira de Criadores das Raças Simental e Simbrasil (ABCRSS), já que todos os embriões coletados de animais puros devem ser comunicados à entidade para posterior registro dos nascidos.

“Os selecionadores responderam rápido ao interesse do mercado e investem em tecnologias como transferência de embriões e fertilização in vitro para aumentar o rebanho e oferecer produtos de qualidade no menor prazo possível”, avalia Alan Fraga, presidente da entidade.

Ele está confiante que o ano de 2020 fechará com 50% de crescimento.Fraga justifica o aquecimento há vários fatores. Para quem trabalha com o corte, motivados pelo preço da arroba e mercado China, cresce a demanda por animais que garantam maior ganho de carcaça e musculatura ao produtor de bezerros. “Há o reconhecimento do touro Simental e Simbasil como ferramenta para maior ganho de peso, com qualidade”, explica o presidente.

O associado e criador de Simbrasil, Guga Bianco, em São Miguel do Araguaia, GO, reconhece que está aquecida a procura por animais meio-sangue pelo pecuarista. “Tudo o que temos é vendido, pois o invernista sabe que ao final da terminação, com sangue Simental e Simbrasil, tem duas arrobas extras por animal”,  comenta sobre o ganho de peso que as raças imprimem.

Selecionador de Simental Brasileiro, Carlos Gomes, da Rodomeu Agropecuária, em Piracicaba, SP, também lembra da alta procura por fêmeas, “pois elas têm a mesma valorização dos machos, seja pelo ganho de peso e terminação, como também, para compor a reposição de matrizes”, explica, enfatizando o reconhecidamente da habilidade materna do Simental. Ainda no corte, prova também da maior procura, a Casa Branca Agropastoril, em leilão realizado em setembro, vendeu touros Simental sul-africanos 41% mais valorizados.

Por outro lado, as linhagens leiteiras de Simental também despertam o interesse de produtores que reconhecem as qualidades como maior ganho de qualidade de leite, produtividade e persistência de lactação, além de rusticidade ao rebanho. “Cresce o núcleo de selecionadores focados no Simental leiteiro, principalmente em São Paulo e Paraná, além da maior demanda em Minas Gerais”, afirma Fraga, presidente da entidade.

“O Simental é uma raça versátil que surpreende aos que começam um trabalho direcionado de seleção, por esse motivo, está presente no Brasil há mais de cem anos e retoma seu crescimento, com o empenho de cada criador”, afirmou o presidente.

Fonte: Ascom

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com