Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Venda de sêmen bovino apresentação reação no segundo semestre de 2023

Novo Index Asbia aponta reação do mercado de genética bovina brasileira no terceiro trimestre; confira os dados compilados de janeiro a setembro de 2023

A Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia) divulgou o Index referente ao mercado de genética bovina no terceiro trimestre de 2023. Elaborado pelo Centro de Estudos em Economia Aplicada (Cepea) a pedido da entidade, o relatório – com dados compilados de janeiro a setembro de 2023 – mostra leve melhora do mercado de sêmen para bovinos de corte, com redução de apenas 5% em relação ao mesmo período do ano passado – nos trimestres anteriores, a queda foi mais significativa.

“Reconhecemos 2023 como um ano de grandes desafios tanto nos preços pagos ao pecuarista de corte e ao produtor de leite como nos custos de produção – além das crescentes importações de leite. O Index Asbia 3º trimestre sinaliza uma reação”, explica Cristiano Botelho, executivo da Asbia.

Assim como o material genético para pecuária de corte, o sêmen de bovinos com aptidão leiteira também apresentou bom cenário, considerando a realidade dos preços do leite. “No primeiro trimestre, o volume de doses vendidas no mercado interno aumentou 14%; no segundo trimestre, o crescimento foi de 10%. E entre julho a setembro, tivemos decréscimo de 5% em comparação com o terceiro trimestre do ano passado. Mas o saldo acumulado de janeiro a setembro deste ano é positivo: +6% quando comparamos com os nove meses de 2022”, completa Botelho.

iatf inseminando vaca no brete curral
Protocolos de IATF / Foto: Alvaro Fortunato

Outros números

Entre as regiões que mais investiram em sêmen para leite no 3º trimestre de 2023, destaque para o Centro-Oeste, com crescimento de 4,28% comparado a 2022. No Sudeste o volume foi 2,46% maior em sêmen das raças de corte. O crescimento do uso da inseminação artificial no Brasil de janeiro a setembro é de 2%. “Isso mostra a consolidação desse tipo de biotécnica reprodutiva em nosso país. O que é crucial para seu desenvolvimento”, aponta o executivo da ASBIA.

O mercado de exportação, tanto corte quanto leite, apresentou queda de 15% no acumulado até setembro. Entretanto, o volume de doses produzidas (mais de 12 milhões até setembro) é o terceiro maior dos últimos cinco anos – menor somente que em 2021 e 2022. O cenário é o mesmo para a produção de doses de sêmen (1,7 milhão).

Outros detalhes sobre o mercado de genética bovina brasileira podem ser acessados no Index Asbia, hospedado no site oficial da entidade.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM