Venda de Touros indexados à cotação da arroba na B3, veja

Venda de Touros indexados à cotação da arroba na B3, veja

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Dia 5, a Agropecuária CFM coloca em oferta 400 reprodutores nelore; Empresa fará leilão de touros indexados à cotação da arroba na bolsa.

Um dos motivos que alavancam o salto experimentado pela pecuária brasileira nas últimas décadas é a sua capacidade de inovação. Seja no emprego de modernas tecnologias genéticas ou no manejo correto do gado, o investimento nas novidades foram decisivas para a modernização da atividade.

Agora, nos leilões de touros consagrados condições diferentes de pagamento têm surgido. É uma inovação. Caso do pregão da CFM, marcado para o dia 5 deste mês a partir das 18 hs, virtualmente, cuja oferta robusta de reprodutores nelore – são 400 exemplares –  poderá ser paga também em arrobas de boi gordo pela cotação da B3 em outubro de 2021.

É o chamado Sistema BullTrade. Funciona assim: “Combina prazo e gestão de risco. Batido o martelo, a CFM transforma o valor de compra do touro em arrobas de boi gordo, de acordo com a cotação da arroba na B3 para outubro de 2021. Dessa forma, o valor da compra passa a ser o total de arrobas, calculado no dia do leilão”, explica Tamires Neto, gerente de pecuária da CFM.

Segundo Tamires, se na época do pagamento o valor da arroba estiver mais baixo que a cotação usada no dia do leilão, o cliente paga para a CFM uma quantia menor. “No caso de alta, apesar de o valor de compra subir, o produtor contou com a valorização na venda de bois gordos, vacas de descarte e bezerros, ou seja, a produção de um ano do touro”, observa.

O pagamento pode ser feito ainda em 20 parcelas (2+2+16) e a tourada está pronta para trabalhar na próxima estação de monta, informa Tamires.

A Agropecuária CFM tem fazendas em São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Sobre a CFM

A CFM é a maior vendedora de touros avaliados do país, comercializando cerca de 1.400 reprodutores Nelore CEIP por ano. Sua receita de sucesso está baseada num sólido programa de melhoramento genético com foco na seleção de características de valor econômico, conduzido com profissionalismo e compromisso com os resultados de seus clientes.

O Programa de seleção Nelore CFM, iniciado em 1980, foi pioneiro no uso DEPs (Diferenças Esperadas na Progênie) para estimativa de valores genéticos e o primeiro da raça Nelore a ser reconhecido e aprovado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio do CEIP (Certificado Especial de Identificação e Produção).

Todo programa de melhoramento genético da CFM é fundamentado em ganho de peso a pasto, alta precocidade sexual e qualidade de carcaça. São animais que se destacam pela adaptação e desempenho a pasto, capazes de contribuir expressivamente para a rentabilidade da pecuária de corte.

Esse comprometimento explica a produção pela CFM de mais de 42 mil touros ao longo de sua história, volume suficiente para cobrir mais de 1 milhão de fêmeas. São milhares de reprodutores espalhados por todo o Brasil e também Paraguai. Somente nos últimos doze anos, a CFM atendeu a mais de 900 clientes, em 566 municípios, de 19 estados brasileiros, além do Paraguai.

Com informações da Globo Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com