Vendas externas de carne suína cresce 46,75% em julho

Vendas externas de carne suína cresce 46,75% em julho

PARTILHAR
frigorificos-suinos
Novos procedimentos para modernização já estão sendo testados. Foto Divulgação.

Embarques de carne suína fresca, refrigerada ou congelada somaram 90,22 mil toneladas no mês. Preços da carcaça no mercado interno tiveram alta também.

A receita e a quantidade obtida com a exportação de carne suína em julho cresceram em relação a julho de 2019, conforme dados divulgados há pouco pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

As exportações de carne suína fresca, refrigerada ou congelada somaram 90,22 mil toneladas, um salto de 46,75% sobre as 61,48 mil toneladas de julho de 2019.

As vendas externas do produto geraram um faturamento de US$ 191,56 milhões no mês passado, ante US$ 140,73 milhões em igual mês de 2019, aumento de 36,12%.

preço médio variou negativamente, saindo US$ 2.288,90/tonelada (julho/2019) para US$ 2.123,30/tonelada (julho/2020), queda de 7,23%.

Fonte: Estadão Conteúdo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.