Vitrine da carne ensina técnicas de cortes ao público na Expozebu

Vitrine da carne ensina técnicas de cortes ao público na Expozebu

PARTILHAR
x5l0941
Foto CNA

É a Vitrine da Carne com o mestre açougueiro Marcelo Bolinha.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) oferece aos visitantes da 84ª Expozebu, em Uberaba, Minas Gerais, a oportunidade de aprender técnicas de cortes e aproveitar ao máximo o produto.

Em uma bancada preparada para que o público tenha visibilidade e acompanhe todos os detalhes, Bolinha mostra como fazer a desossa de carcaças e apresenta informações importantes sobre o marmoreio da carne. Ele ensina diversas maneiras de trabalhar melhor a carne e a gordura para ativar o sabor no preparo.

“Uma das coisas que eu mostro é que, quando o boi é de primeira não existe carne de segunda, mas sim o modelo e o corte correto”, enfatiza Bolinha.

Para o consultor, a pecuária brasileira está fora da curva e vive um momento de glória. “A qualidade da carne está cada vez melhor, isso reflete no volume de exportação e modelos de assar, por exemplo. O Brasil já é líder em produção e agora vivemos uma nova fase é o modelo de preparar as carnes”, afirma.

Na medida em que o consultor realiza os cortes, eles vão direto para uma churrasqueira ao lado. Em seguida, o público degusta o churrasco.

O aproveitamento da carne chamou a atenção de Mercides Bento. “Além da informação sobre a procedência da carne, que a exposição nos oferece todos os anos, agora temos a oportunidade de aprender novos cortes da carne e como aproveitar os cortes. Isso é pra mim foi de fundamental importância, gostei muito”, destacou.

O engenheiro agrônomo, Ibrain Pires, assistiu à atração e aprovou. “Na vitrine da Carne aprendi novos cortes para inovar. Agora, com certeza os churrascos vão ficar cada vez melhores.”

Veja outras fotos da Vitrine da Carne do Sistema CNA/SENAR/ICNA na Expozebu: https://www.flickr.com/photos/canaldoprodutor/albums/72157666362662217

Fonte: CNA

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com