Waack: Lula tem dificuldade em se aproximar do agro

PARTILHAR
Em discurso, Lula fala em evitar o plantio de coisas desnecessárias
Foto Montagem

Até aqui o candidato que lidera a corrida, segundo as pesquisas, não conseguiu criar as pontes pelas quais sua campanha se esforça.

Lula continua confortável nas pesquisas, mas com enormes dificuldades em chegar a alguns setores, especialmente a agroindústria brasileira.

Até aqui, o esforço da campanha em criar pontes não trouxe resultados públicos palpáveis.

Em parte, o próprio Lula criou mais dificuldades para seu empenho político-eleitoral em se aproximar do setor mais dinâmico da economia brasileira ao proferir xingamentos, por exemplo.

O problema para a campanha de Lula é o fato de que a resistência ao candidato é de ampla base do setor agroindustrial.

Para esses produtores, a questão é bem mais abrangente do que saber qual governante fez o que pelo agro.

Talvez seja um dos poucos casos no emaranhado político brasileiro no qual um determinado segmento econômico e social defende valores que não enxerga no candidato que permanece líder nas pesquisas.

Sozinho, o eleitorado das regiões onde o agro é mais forte não determina o resultado.

O agro tem mais presença e atuação em regiões que não são aquelas dos maiores colégios eleitorais, mas o significado para a economia e o bem-estar do país é fundamental.

Até aqui o candidato que lidera a corrida, segundo as pesquisas, não conseguiu criar as pontes pelas quais sua campanha se esforça. Talvez pelo fato de não ter conseguido até aqui dizer exatamente o que pretende fazer.

Fonte: CNN

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com