PARTILHAR

1° Workshop IMV de Ultrassonografia de Carcaça realizado na Embrapa Gado de Corte em Campo Grande destaca importância da tecnologia.

Fruto de mais uma parceria público-privada Campo Grande recebeu o 1° Workshop de Ultrassonografia de Carcaça, realizado pela IMV Imaging em parceria com Embrapa e Personal PEC. O curso foi ministrado pelo colombiano doutorando da USP Juan Fernando Morales Gómez e pelo francês Franck Messin gerente de exportação da IMV Imaging.

Bruno Xavier da Personal PEC comenta que a idéia do curso veio da necessidade de Campo Grande fomentar esse tipo de atividade entre profissionais e graduandos da area, principalmente porque a avaliação de carcaça é um item indispensável para melhorar a produtividade da pecuária brasileira. Pela manhã houve uma introdução teórica da tecnologia e demonstração de equipamentos utilizados para fazer a ultrassonografia de carcaça, logo depois os participantes foram até o mangueiro da Embrapa Gado de Corte para fazer as aulas práticas em animais da raça Caracu mocho e Senepol.

workshop-imv-personal-pec-embrapa
Foto: Marcio Peruchi / Compre Rural

“Nós lançamos alguns produtos da IMV há poucos meses no Brasil, são equipamentos de última geração, alguns deles portáteis, que são destinados à reprodução e avaliação de carcaça. Um avanço muito importante também foi estabelecer uma subsidiária no país, através dela, a IMV fortalecerá sua presença no mercado nacional em benefício de seus clientes. O diagnóstico de imagem dos bovinos está se tornando cada vez mais relevante, podemos verificar o mais rápido possível se um animal está terminado e enviá-lo ao abate, além da ultrassonografia nos trazer algo muito mais eficiente, resultando no melhor rendimento do gado” comentou Franck.

workshop-imv-personal-pec-embrapa
Foto: Marcio Peruchi / Compre Rural

“Um dos problemas da produção de carne bovina no Brasil é a falta de padronização e acabamento dos animais ao serem abatidos, pois a maioria são terminados à pasto e uma pequena porcentagem em confinamentos, encontrando diversos graus de acabamento. Essa falta de acabamento da carcaça afeta diretamente a qualidade da carne, portanto é muito importante padronizá-las e determinar um acabamento mínimo antes de enviá-los ao abate, levando esses critérios a sério será possível aumentar a produtividade da pecuária brasileira, melhorar a qualidade de carne e o lucro do pecuarista e a indústria de carne. A ultrassonografia de carcaça é uma ferramenta que tem grande potencial para ser utilizada no rebanho nacional, sendo esta utilizada para vários objetivos dentro da bovinocultura de corte (melhoramento genético, padronização das carcaças, ponto ótimo de abate e determinação de gordura intramuscular, entre outros), sempre com a finalidade de aumentar a eficiência e lucro de toda a cadeia produtiva. Este workshop teve como objetivo mostrar par as pessoas o uso, vantagens e aplicação desta ferramenta, que irá resultar em bons frutos no futuro” nos explicou Juan.

workshop-imv-personal-pec-embrapa
Foto: Marcio Peruchi / Compre Rural
A Embrapa cedeu os animais para o workshop e o pesquisador e melhorista Roberto Torres Jr., acompanhou as atividades. “É inquestionavelmente a melhor ferramenta para se fazer avaliação de carcaça, ainda mais para quem trabalha com múltiplos objetivos dentro da bovinocultura de corte. Nós da Embrapa nos orgulhamos em apoiar iniciativas como essa, capacitar e compartilhar com profissionais e estudantes esse tipo de tecnologia. Quando fazemos melhoramento genético animal tentamos, da forma mais ampla possível, entregar ao pecuarista uma genética que proporcione maior rentabilidade. Essa ferramenta, em específico, pode proporcionar ao produtor benefícios como melhorar o rendimento de carcaça, o rendimento de desossa, o acabamento e a gordura intramuscular (marmoreio), oferecendo mais carne e lucratividade” – finalizou Torres.

Hoje é possível afirmar que a melhor ferramenta disponível para avaliação de características de carcaça para seleção em larga escala é a ultrassonografia.

Um dos participantes do curso, Geraldo Magela da IMAGO, comentou que o mercado pecuário está cada dia mais exigente, desejando e buscando animais precoces e com carne macia. “Depende de nós, técnicos e profissionais, levar essa tecnologia para o produtor rural, mostrar as vantagens de entregar ao frigorífico um animal antes do tempo com uma carcaça superior diminuindo os custos de produção da arroba. Só de imaginar que poderemos prever com mais exatidão quando o animal estiver pronto para o abate será um grande avanço para confinamentos e produtores que fazem terminação a pasto”.

workshop-imv-personal-pec-embrapa
Foto: Marcio Peruchi / Compre Rural

Tecnologia de ultrassonografia de carcaça

Estudos recentes do Prof. Dr. Jaime Urdapilleta Tarouco (UFRGS) foi possível afirmar que há uma influência da AOL no rendimento de carcaça, peso e percentagem dos cortes comerciais desossados do traseiro. “O aumento na área de lombo dentro de um mesmo peso vivo e espessura de gordura resultou num aumento de 3% (por cada 5 cm2 de AOL) no rendimento de carcaça, 2,28 kg no peso e de 2,1% na percentagem dos cortes comerciais do traseiro” – Tarouco.

workshop-imv-personal-pec-embrapa
Foto: Marcio Peruchi / Compre Rural

IMV Technologies no Brasil

O grupo francês IMV Technologies está no Brasil há algumas décadas, hoje 90% de todo o sêmen bovino congelado no país é processado com as palhetas da empresa. Recentemente adquiriu a Biodux Laboratórios e estabeleceu uma subsidiária no Brasil e tornou-se uma das principais referências no fornecimento de insumos para reprodução animal no Brasil. “A empresa está se dedicando muito para trazer tecnologias para o país com preços acessíveis para o mercado, entendemos que contribuir para a melhora da pecuária nacional é benéfico para o setor. Um passo importante que nós demos foi trazer o setor de garantia e manutenção para o Brasil, o atendimento ao cliente melhorou e ficou mais simples” declarou Pedro Nacib, Diretor Técnico Comercial da IMV Technologies. Para ter acesso aos produtos, demonstração e workshops é só entrar em contato direto com a empresa (19) 2513-3444, ou pelo formulário abaixo.

Dúvidas?

Informe abaixo seus dados e sua dúvida que prontamente iremos responder.


Importante informar a sua cidade também.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com