Vídeo: Produtor faz enxertos e comemora produção

Vídeo: Produtor faz enxertos e comemora produção

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Produtor faz enxertos de plantas da jurubeba e consegue produzir Jiló, Beringela e Tomate um uma única arvore, incrível o trabalho.

A internet nos proporciona sempre muitas alegrias e curiosidades, quem nunca ouviu a expressão que “O brasileiro precisa ser estudado”. Mas essa, acredito eu, é de levantar os cabelos da cabeça. Em vídeo divulgado amplamente na internet um homem (caso seja você mande-nos um e-mail para concedermos os créditos) apresenta uma planta de jurubeba, onde, através da técnica de enxertos, fez produzir nada mais nada menos que 3 legumes diferentes, além da produção original da planta, a jurubeba.

Na planta podemos ver que os enxertos são reais, e ele mostra os seguintes legumes: Jiló, beringela e tomate. Confira o vídeo abaixo.

Como são feitos os enxertos de plantas?

O enxerto é a união do tecido de duas plantas diferentes e pode ser feito de várias maneiras. Há dois usos principais. Um deles é quando o solo tem bactérias e fungos, e só o porta-enxerto resiste às pragas, e o outro é quando se quer produzir um fruto com mais qualidade. O que há em comum entre as técnicas é que o cruzamento precisa de duas plantas: o enxerto e o porta-enxerto. A primeira planta geralmente é chamada de garfo ou cavaleiro (é a árvore que, no final, vai produzir os frutos) e a segunda planta é chamada de cavalo ou cavalinho (é a que vai dar suporte, fornecendo água e nutrientes). A principal vantagem desse método é que o porta-enxerto permite cultivos em regiões onde em condições normais não aconteceriam, seja por condições climáticas, seja pela presença de pragas.

Confira como se faz os enxertos em plantas

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.