5 erros “comuns” na alimentação dos equinos

5 erros “comuns” na alimentação dos equinos

PARTILHAR
cavalo comendo grama
Foto: Divulgação

A alimentação ou nutrição dos equinos é um fator crucial para o bom desempenho do animal diante das tarefas diárias e manutenção da sua saúde

Quando falamos em nutrição de cavalos, e aqui não importa se é de raça ou não, ainda existe um número grande de criadores que não sabem qual é a exigência desses animais, nem a importância do fornecimento de um sal mineral.

A maioria dos donos de cavalos tem boas intenções quando criam uma dieta para seu animal. Infelizmente, muitas pessoas cometem erros ao decidir a quantidade e a frequência das refeições desses animais. Ninguém quer um cavalo com saúde debilitada, por isso é importante evitar essas armadilhas comuns.

Sendo assim, separamos aqui pra você os 5 maiores erros que são cometidos na hora de alimentar o cavalo, esperamos ajudar a melhorar o desempenho dos seus animais e também na sua economia com a nutrição.

Fique de olho e não seja pego fazendo uma dessas coisas:

1. Extrapolar nas doses

Um cavalo que come em excesso está em risco de obesidade e distúrbios metabólicos. A maioria dos cavalos consegue manter um bom peso em pastagens de qualidade ou feno.

Grãos e suplementos só devem ser dados àqueles que carecem de nutrição geral. Além disso, certifique-se de que seu cavalo está em um cronograma de desparasitação e recebendo exercícios suficientes.

2. Subalimentação

A maior parte da dieta do seu cavalo precisa ser de pasto ou feno. No entanto, às vezes, essas fontes podem não ser confiáveis ou escassas. Você deve compensar isso com outras forragens.

Os cavalos mais velhos podem lutar para manter o peso e devem estar em uma alimentação especialmente projetada para suas necessidades. Monitore regularmente a condição corporal deles.

3. Feno de má qualidade

O feno mofado, por exemplo, deve ser evitado a todo custo. Encontre um fornecedor de sua confiança, que venda feno de cavalo de excelente qualidade. Esta não é uma área que você deve descuidar ou economizar.

4. Escassez de água

A água precisa estar sempre disponível. Nos meses mais frios, veja se consegue deixa-la em baldes com temperatura agradável. A água limpa e fresca pode reduzir o risco de cólicas, especialmente nos cavalos que comem feno.

5. Ignorar parasitas

Um cronograma de desparasitação é essencial! Vermes podem causar estragos nas entranhas de seu cavalo. Também podem roubar nutrição e deixar um cavalo parecendo inchado, magro, sem graça e sem vida.

Consulte o seu veterinário ou nutricionista equino para obter para o seu cavalo um cronograma de alimentação personalizada. Há muitas variáveis a serem consideradas ao determinar o tipo, a quantidade e a frequência da alimentação.

Erros podem ser caros para a saúde do seu cavalo!

Meu cavalo precisa de alimentação especial?

Cavalo mais caro que Ferrari vence três categorias em exposição

Com informações de Cavalus adaptado pela Equipe Compre Rural

-- conteúdo relacionado --

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com