Abate de novilhas é recorde

Abate de novilhas é recorde

PARTILHAR
Novilhas Hereford
Foto: Zzn Peres

Até então, o maior volume havia sido registrado em 2014, com 9,71% do abate total no acumulado dos nove meses do ano.

De acordo com dados divulgados pelo IBGE na última quarta-feira, 12, o abate de novilhas no acumulado de janeiro a setembro deste ano chegou a 10,59% do total, um recorde para o período, considerando-se toda a série histórica dos abates de bovinos (macho e fêmeas) desde 1997.  

Até então, o maior volume havia sido registrado em 2014, com 9,71% do abate total no acumulado dos nove meses do ano.

Em valores absolutos, de janeiro a setembro/18, foram abatidas 2,512 milhões de novilhas, enquanto que, no mesmo período de 2014, esse número foi de 2,465 milhões. Além de mudança estrutural na cadeia, o recebimento de preços mais altos por esta categoria de animal também atraiu o interesse da venda de fêmeas novas.

Quanto ao mercado interno de boi gordo, neste início de dezembro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa do boi gordo tem refletido um mercado relativamente firme.

Valores diferenciados seguem sendo registrados, o que se deve a diferentes urgências de compradores/vendedores e aos tamanhos dos lotes comercializados.

Parte dos frigoríficos continua com escalas alongadas, enquanto muitos pecuaristas já encerraram o ano contábil, postergando as novas efetivações. Entre 5 e 12 de dezembro, o Indicador subiu 0,8%, fechando em R$ 150,00 nessa quarta-feira, 12. 

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com