Amazonas: produtores têm queijos premiados em feira

PARTILHAR
CNA anuncia premiação dos melhores queijos artesanais do país
Foto: Divulgação

Os dois produtores são assistidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do SENAR -AR/AM, nas cadeias de agroindústria e bovinocultura leiteira.

Os produtores, Francisco Henrique de Paiva Neto, da Queijaria Original, situada na Fazenda Água Verde e Rubervan Serrão Paiva, da Agro Fazenda Paiva, foram contemplados com o 1º e o 2º lugar, respectivamente, na premiação do ‘Melhor Queijo de Autazes’, que ocorreu durante a 23ª Feira Agropecuária do município e 24ª Festa do Leite.

O evento ocorreu entre os dias 28 e 31 de julho, no Parque de Exposição Jair Menezes Tupinambá. Os dois produtores são assistidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do SENAR -AR/AM, nas cadeias de agroindústria e bovinocultura leiteira e acompanhados pelas técnicas de campo da instituição, Francymari Gomes (agroindústria) e Histefania Costa Alves (Bovinocultura de Leite). A Francy, como é conhecida, disse ter ficado muito feliz com o resultado da premiação e com o trabalho que está sendo realizado com a Assistência Técnica e Gerencial no município.

“Fiquei muito feliz por ver que o programa (ATeG) tem ajudado muito na melhoria da qualidade do queijo desses produtores e a gente vem trabalhando com as boas práticas de fabricação. Eu acredito que esse reconhecimento (premiação) é também por conta dessas atividades que já vêm sendo executadas por meio da ATeG como implantação de tecnologias, melhoramento da infraestrutura do local de produção, adequação de equipamentos tecnológicos para facilitar a produção e trazer mais eficiência, tornando o produto mais apresentável. Tudo isso são benefícios que o programa vem trazendo aos produtores e a gente já vê o resultado”, destacou a técnica de campo, Francymari Gomes.
 

Assistência para crescer

De acordo com informações da prefeitura, que organizou o evento, o proprietário da queijaria original, Paiva Neto, vai investir o prêmio de 4 mil reais em sal mineral e sementes de capim, para a recuperação dos pastos das vacas, consequentemente, melhorando a produção de leite para a fabricação do queijo. “Quero parabenizar a todos os produtores de queijo do nosso município, dizer que esse concurso é apenas um aperitivo da festa e deixar claro que o queijo coalho de Autazes é que é o melhor”, declarou.

Ele agradeceu ao SENAR pelo trabalho realizado com o programa de ATeG no município. “O conhecimento adquirido através da ATeG tá nos ajudando a agregar valor ao gerenciamento da nossa produção e atualizar o conhecimento, o que é fundamental pra que a gente possa permanecer melhorando no atendimento e na qualidade da produção do nosso queijo e outros derivados. As técnicas de campo que nos assistem estão trazendo conhecimento pra que a gente possa melhorar também o nosso doce, nossa coalhada, nosso iogurte”, complementou.

Rubervan Paiva, que ficou com a segunda colocação e levou o prêmio de 2 mil reais, já investiu o valor em um tanque pasteurizador, que adquiriu na própria feira agropecuária. Além do prêmio, Rubervan aumentou sua clientela consideravelmente, conquistando clientes de outras cidades que visitavam a feira.

Para ele, o programa tem sido uma chave fundamental na questão da gestão. “Eu sou muito agradecido pelo ATeG que tem nos apoiado e a gente vem se esforçando cada vez mais pra alcançar o nosso objetivo que é ter mais qualidade no nosso produto. A premiação veio na hora certa. Tava faltando equipamento no meu laticínio. Aproveitei a premiação pra dar uma entrada pra compra do equipamento pra queijaria e como, cada vez mais aumenta a clientela, estamos tendo que aumentar a produção pra atender. Espero que o SENAR continue fazendo esse trabalho lindíssimo e quero agradecer a professora que nos apoiou”, disse.

Autazes contém a maior bacia leiteira do Estado do Amazonas e tem um polo de produção pecuária histórico. O município possui um rebanho de aproximadamente 84 mil cabeças de gado e mais de 1,5 mil produtores e pecuaristas trabalhando na atividade e contribuindo para a geração de emprego e renda.

“É uma alegria para o nosso Sistema, poder ver que contribuímos com o melhoramento das atividades rurais. Mas isso é fruto principalmente da adesão desses produtores que acreditam no SENAR com a certeza de que que o que já bom pode ser melhorado com técnica e novos processos. O ATeG veio com esse propósito, de gerar resultados e destaque nesse nível e tem sido um divisor de águas para o desenvolvimento do agro local”, ressaltou o presidente do sindicato rural de Autazes e mobilizador, Jeremias Nery.

Fonte: CNA

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com