ANC amplia Sumário 2021/2022 e premia criadores

PARTILHAR
ANC amplia Sumário 2021:2022 e premia criadores
Foto Montagem CompreRural

Associação anunciou os vencedores do prêmio Supremacia Genética 2021 nas raças Angus, Braford, Brangus, Charolês, Devon, Hereford e Ultrablack

Reconhecendo a ação de propriedades dedicadas ao melhoramento genético de seus plantéis, a Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC) anunciou, nesta terça-feira (29/06), os vencedores do prêmio Supremacia Genética 2021 nas raças Angus, Braford, Brangus, Charolês, Devon, Hereford e Ultrablack. Durante o evento virtual, a entidade também lançou o Sumário 2021/2022, publicação que reúne os escores de reprodutores avaliados no Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo). A iniciativa, que tem apoio da Embrapa, incluiu neste ano os indexadores de fêmeas jovens e ganhou uma versão digital que terá atualizações semanais. O projeto foi lançado pelo presidente da ANC, Ignacio Tellechea, e indicado como um avanço consistente e símbolo do amadurecimento do melhoramento genético dos rebanhos brasileiros.

Em sua manifestação, Tellechea também comemorou a recente implementação do Origen, sistema que permitiu a unificação entre o banco de dados de registro genealógico e do Promebo. “O grande valor desse sistema não está na interface, está no banco de dados”. Com ele, indica o presidente da ANC, se tem uma ampla oferta de informação de qualidade ao criador, permitindo que ele elabore o Índice Final da sua propriedade e consiga trabalhar com o melhoramento de seu rebanho focado nos seus próprios indexadores. “Chegamos à ANC há seis anos dispostos a resolver os problemas de forma definitiva. O Origen é a cereja desse bolo e só foi possível graças a uma equipe muito boa que trabalhou duro”, reconheceu Tellechea, que deixa a presidência no final de 2021.

Durante o encontro virtual que reuniu criadores de diferentes raças, o presidente do Conselho Técnico da ANC, Flávio Montenegro Alves, ressaltou o trabalho exitoso de implementação do sistema que visa qualificar e expandir o Promebo. E lembrou que este não é um programa comercial, mas uma ferramenta voltada para o criador que realmente quer qualificar seu plantel. “O pecuarista não deve buscar o Promebo para ter animais Dupla Marca, mas sim para conhecer seu rebanho, descartar fêmeas e machos improdutivos. O Promebo não tem fim comercial, mas fim de melhoramento”, frisou contundente.

A programação foi conduzida pela superintendente de registro da ANC, Silvia Freitas, e ainda contou com palestras técnicas e apresentação de criadores que mostraram, na prática, os ganhos no uso de animais melhoradores no rebanho. O chefe-geral da Embrapa Pecuária Sul, de Bagé (RS), Fernando Cardoso, detalhou o uso do Origen e a implementação de marcadores genômicos na raça Angus. Segundo Cardoso, o ano de 2021 é um marco no trabalho de melhoramento genético no Brasil. “Estamos vendo aqui a interface. O que dá utilidade é o banco de dados que tem por traz. Para qualificar esse banco e unir registro e melhoramento, tivemos que estudar e eliminar redundâncias. Isso foi um trabalho de time”, justificou. Segundo o pesquisador, trabalhos como esse agregam diferencial para a genética selecionada no Brasil porque integram a pesquisa, entidades como a ANC e os produtores, que são as pessoas que realmente tomam as decisões de seleção. “A incorporação da genômica e a qualificação do banco de dados vão acelerar esse processo de melhoramento. Porque melhoramento é avançar sempre”.

Na sequência, o criador e técnico da Associação Brasileira de Angus, Antônio Francisco Chaves Neto, trouxe seu relato sobre o avanço do uso de reprodutores nacionais e apresentou dados concretos dos ganhos obtidos com a genética brasileira em relação a touros norte-americanos. “Touros bem avaliados no Brasil têm dados bem semelhantes aos de reprodutores bem avaliados na associação americana”, frisou, indicando o aumento de 25% no uso da genética Angus nacional. Uma das tendências indicadas pelo técnico foi a avaliação de animais meio-sangue para criação de indexadores para reprodutores puros.

O criador de Devon, Henrique Ribas, da Cabanha Santa Alice, de Santa Maria (RS), e da Cabanha Saudade, de São Gabriel (RS), resumiu as conquistas obtidas em sua propriedade ao longo dos anos de uso do Promebo. Mencionou os avanços obtidos tanto na área genética quanto na produção de carne premium, um trabalho detalhado e complexo. Atuando em ciclo completo, o criador aposta na produção de excelência dos novilhos até o abate e distribuição dos cortes Devon que levam a marca Ruby. O pecuarista indicou que os criatórios de Devon vêm buscando novas linhagens no exterior alinhadas aos fins produtivos e planejam elevar a precisão das informações disponíveis à seleção. “Precisamos de dados acurados. Mas tão logo todo mundo entre com os dados de genética quantitativa, teremos uma acurácia genômica”. E a meta da família Ribas é audaciosa. Dentro de dois anos, a expectativa é que 100% dos reprodutores da propriedade – tanto machos quanto fêmeas – sejam avaliados no Promebo. “Isso irá nos dar ainda mais resultado de produtividade”.

Confira os vencedores do prêmio Supremacia Genética 2021

Touros da raça ANGUS

A Fazenda Rio da Paz, de Cascavel (PR), e a Fazenda Limeira, de Pinhão (PR), venceram o prêmio Supremacia Genética da raça Angus, concedido pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC). O resultado, que leva em conta o desempenho atingido (maior índice final da raça) por propriedades inscritas no Promebo e atuantes no melhoramento genético de seus rebanhos, foi anunciado em live de lançamento dos Sumários 2021/2022 na terça-feira (29/06). A Fazenda Rio da Paz venceu com o touro Nato Easy da Rio da Paz 2648, de tatuagem 2648, destaque da geração 2019 com Índice Final de 61,45. Entre as fêmeas, a vitória foi para o ventre Bugatti Angus da Limeira EY TE GRF TE80, tatuagem TE80, destaque da geração 2019 com Índice Final de 57,81

animais da raca brangus - expobrangus 2021
Foto: Agência El Campo

Touros da raça BRANGUS

A Cabanha Soldera, de Panambi (RS) e a Estância São João, de Barra do Quaraí (RS), foram as campeãs do prêmio Supremacia Genética da raça Brangus, concedido pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC). O resultado, que leva em conta o desempenho atingido por propriedades inscritas no Promebo e atuantes no melhoramento genético de seus rebanhos, foi anunciado em live de lançamento dos Sumários 2021/2022 na terça-feira (29/06). A Cabanha Soldera conquistou o mérito com o animal Soldera 9286 2090 Soy Único, de tatuagem 9286, destaque da geração 2019 com Índice Final de 41,45. Entre as fêmeas, a vitória foi para a Estância São João, criadora do animal de Brangus Brasil A9024 do Manancial, de tatuagem A9024, destaque da geração 2019 com Índice Final de 38,28.

touros da raca charoles --
Foto: charoles.org.br

Touros da raça CHAROLÊS

A Estância Sá Brito, de Alegrete (RS), e a Cabanha Tarumã, de Camaquã (RS), venceram os grandes prêmios da Supremacia Genética 2021 da raça Charolês. Concedido pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC), o mérito leva em conta o desempenho atingido por propriedades inscritas no Promebo e atuantes no melhoramento genético de seus rebanhos. Os resultados foram anunciados em live de lançamento dos Sumários 2021/2022 na terça-feira (29/06). A Estância Sá Brito venceu com o reprodutor Sá Brito EST 4501, de tatuagem 4501, destaque da geração 2019 com Índice Final de 32,47. Nos ventres, a vitória foi da Cabanha Tarumã, com a vaca Tarumã JHBD Daphne # 1909, de tatuagem 1909, destaque da geração 2019 com Índice Final de 32,23.

campeao eficiencia alimentar da raca devon
Foto: Gustavo Rafael

Touros da raça DEVON

Em noite de premiação promovida pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC), as cabanhas Santa Alice, de Santa Maria (RS), e Saudade, de São Gabriel (RS), conquistaram o prêmio da Supremacia Genética 2021 da raça Devon. O mérito leva em conta o desempenho atingido por propriedades inscritas no Promebo e atuantes no melhoramento genético de seus rebanhos. Os resultados foram anunciados em live de lançamento dos Sumários 2021/2022 na terça-feira (29/06). A Cabanha Santa Alice venceu com o touro Galpão Candidato1502 de Santa Alice 2280, de tatuagem 2280, destaque da geração 2019 com Índice Final de 34,17. Entre as fêmeas, a Cabanha Saudade levou a melhor com a vaca Saudade IL S5082 G7658 6041, de tatuagem 6041, destaque da geração 2019 com Índice Final de 33,74.

Foto: Fazenda Sonho e Realidade

Touros da raça HEREFORD E BRAFORD

A Cabanha Santa Angélica, de Pedras Altas (RS), e a Cabanha Touro Passo, de Uruguaiana (RS), foram as vencedoras da raça Hereford em 2021. Nos machos, a Cabanha Santa Angélica sobressaiu com o touro Greene Wisdom 6129, de tatuagem 6129, destaque da geração 2019 com Índice Final de 34,16. Entre as fêmeas, o destaque foi para a Cabanha Touro Passo, criadora do animal Topass 3G Maragata 114, de tatuagem 3795, destaque da geração 2019 com Índice Final de 33,84. Na raça Braford, a Cabanha Santa Tereza, de Arambaré (RS), foi o grande destaque nos machos e fêmeas. Nos touros, a propriedade venceu com o animal Santa Tereza O3766, de tatuagem O3766, destaque da geração 2019 com Índice Final de 41,46. Nas ventres, a conquista foi para o exemplar Santa Tereza O3831, de tatuagem O3831, destaque da geração 2019 com Índice Final de 44,1. O Supremacia Genética é concedido pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC). O resultado, que leva em conta o desempenho atingido por propriedades inscritas no Promebo e atuantes no melhoramento genético de seus rebanhos, foi anunciado em live de lançamento dos Sumários 2021/2022 na terça-feira (29/06).

raça Ultrablack
Foto: Divulgação/ Reprodução

Touros da raça ULTRABLACK

Nos touros Ultrablack, venceu a Estância da Barragem, de Alegrete (RS), criadora do touro Barragem Ultra U03, tatuagem U03, destaque da geração 2019 com Índice Final de 33,14. Entre as fêmeas, sobressaiu a Cabanha São Xavier, de Tupanciretã (RS), criadora do animal São Xavier UB 6140, de tatuagem 6140, destaque da geração 2019 com Índice Final de 27,71.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.