Anec projeta exportação de milho do Brasil em 7,5 mi t em agosto

PARTILHAR
Foto: Divulgação

As vendas externas de milho do Brasil em 2022 devem somar mais de 40 milhões de toneladas, segundo previsões da Anec e de analistas.

A exportação de milho do Brasil em agosto foi estimada nesta terça-feira em 7,5 milhões de toneladas, número que coloca os embarques do país abaixo do recorde histórico para todos os meses, de agosto de 2019 (7,67 milhões de toneladas), de acordo com dados da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

A projeção ficou mais próxima do ponto mais baixo do intervalo divulgado na estimativa da semana passada (7,2 milhões a 8,09 milhões de toneladas).

Caso o volume previsto se confirme, os embarques de milho do Brasil de janeiro a agosto devem somar 19,55 milhões de toneladas, bem próximos das exportações de 20,6 milhões de toneladas de todo o ano passado, quando a seca e geada reduziram a safra.

As vendas externas de milho do Brasil em 2022 devem somar mais de 40 milhões de toneladas, segundo previsões da Anec e de analistas, com o país tirando vantagem de uma grande produção neste ano e firme demanda internacional.

A Anec ainda projetou as exportações de soja do Brasil em 5,5 milhões de toneladas, admitindo que na hipótese mais pessimista poderiam encerrar o mês em 4,8 milhões de toneladas, ante até 5,738 milhões na estimativa da semana passada e 5,79 milhões em agosto de 2021.

A exportação de farelo soja do Brasil foi estimada em 1,9 milhão de toneladas, com ligeira queda ante a previsão da semana passada e 1,28 milhão em agosto de 2021.

Fonte: Reuters

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com