Aprosoja se posiciona sobre a “Lei de Defensivos Agrícolas”

Aprosoja se posiciona sobre a “Lei de Defensivos Agrícolas”

PARTILHAR
lavoura-de-soja-sem-plantio-direto
Foto: Eng. Agrônoma Caroline Hübner

Artigo – Lei de Defensivos Agrícolas: precisamos nos posicionar, diretor técnico da Aprosoja comenta que são quase 30 anos com poucas atualizações

A lei que trata dos defensivos agrícolas no Brasil foi criada em 1989. Ou seja, são quase 30 anos com poucas atualizações. Exatamente por isso, precisamos nos posicionar e ajudar a esclarecer à sociedade sobre a segurança do uso de produtos fitossanitários.

Esta é uma de nossas atribuições como engenheiros agrônomos: somos tecnicamente responsáveis pela recomendação e uso dos produtos nas lavouras brasileiras e sabemos que, em função dos rigores da legislação, não há risco para a saúde ou meio ambiente, desde que estes produtos sejam corretamente utilizados.

Aliás, também sabemos que as restrições, muitas vezes ideológicas ou sem conhecimento técnico, têm pautado órgãos de registro, fiscalização e controle. Este rigor, às vezes muito além da técnica, aliado às divulgações mentirosas na mídia, tem atravancado a produção brasileira, colocado sob ameaça nossas exportações.

É um “fogo amigo” covarde, antipatriótico, verdadeiros crimes de lesa-pátria. Isto, aliás, é o que tem trazido riscos reais para avançarmos ainda mais na produção sustentável no Brasil.

A morosidade no registro de novas moléculas, além de inibir o surgimento de produtos mais modernos para a agricultura, diminui a nossa competitividade e abre portas gigantescas para a ilegalidade. Onde há dificuldade, via de regra, se buscam facilidades e o descaminho e contrabando de defensivos agrícolas é uma delas. Falei muito desta realidade quando ainda trabalhava no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Leia também

Chegou a hora de mostramos a nossa cara, assumirmos nossas responsabilidades, darmos respostas contundentes e claras para a sociedade e desmascararmos os ideologistas de plantão.

Acessem a página Lei do Alimento mais seguro para ampliarmos este debate. É preciso de informação correta e responsável, não de desinformação.

*Wanderlei Dias Guerra, diretor técnico da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).

Pneu de soja: sustentável, econômico e totalmente renovável

Via Aprosoja

-- conteúdo relacionado --

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.