Arroba: compradores e vendedores ausentes

Arroba: compradores e vendedores ausentes

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Segundo consultoria, a demanda interna continua com problemas por conta do fechamento de estabelecimentos. Em casa, compradores optam por outras proteínas.

Normalmente, segunda-feira é um dia típico de poucos negócios, mas, no primeiro dia útil desta semana, essa característica foi intensificada devido ao feriado da terça-feira (Tiradentes).

Boa parte das indústrias ficaram fora das compras. Os compradores ativos derrubaram as ofertas de compra. O volume de negócios, consequentemente, num dia ruim, piorou. Em São Paulo, a cotação do boi gordo ficou estável. A arroba ficou cotada em R$195,00, à vista, bruto, em R$194,50, à vista, com o desconto do Senar e em R$192,00, à vista, livre de impostos (Senar e Funrural) (20/4).

Na praça paulista, ao longo deste mês, o preço da arroba caiu 2,5% (ou R$5,00). Entretanto, na comparação com o mesmo período do ano anterior, a arroba está 21,9% maior (ou R$34,50).

Arroba do boi gordo cai e carne bovina fica estável na véspera de feriado

A arroba do boi gordo teve preços de estáveis a mais baixos nesta segunda-feira, 20, segundo a consultoria Safras. O analista Fernando Henrique Iglesias afirma que o dia foi de extrema lentidão diante do feriado desta terça-feira, 21. “Os frigoríficos de maior porte deverão se posicionar no mercado apenas na quarta-feira”, diz.

Enquanto isso, segundo a consultoria, os problemas em relação à demanda doméstica se sustentam, com um lento escoamento da carne após o fechamento de restaurantes, redes hoteleiras e de outros estabelecimentos. “Nas vendas diretas ao consumidor, ainda é notório o crescimento da demanda por cortes congelados de frango, ovos e embutidos”, acrescenta.

No mercado pecuário, o ponto fora da curva segue na demanda chinesa, resultando em preços bastante acentuados para os animais que cumprem os requisitos para exportação ao país asiático.

Na capital de São Paulo, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 195 a arroba, ante R$ 194 a arroba. Em Uberaba (MG), permaneceram em R$ 184 a arroba. Em Dourados (MS), ficaram R$ 179 a arroba, ante R$ 179/R$ 180 a arroba na sexta-feira. Em Goiânia (GO), o preço indicado foi de R$ 180 a arroba, inalterado. Já em Cuiabá (MT), o preço ficou em R$ 170 a arroba, contra R$ 170/R$ 171 a arroba.

Atacado

No mercado atacadista, os preços da carne bovina ficaram estáveis. Assim, o corte traseiro teve preço de R$ 13,50 o quilo. A ponta de agulha ficou em R$ 10,70 o quilo. Já o corte dianteiro seguiu em R$ 11,30 o quilo.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com