Arroba do boi vai passar dos R$ 230? Preço em alta!

Arroba do boi vai passar dos R$ 230? Preço em alta!

PARTILHAR
Foto: Fazenda Mãe Rainha

Com entressafra “virada”, é esperado que os preços da arroba do boi gordo deva ultrapassar os patamares de R$ 230; Confira o que esperar das cotações!

Apesar dos bons resultados das exportações, a pecuária de corte ainda encontra dificuldades no mercado interno e busca reverter a queda do consumo causada pela crise do coronavírus. Nabih Amin Al Aouar, presidente da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), é otimista em relação ao 2º semestre, com manutenção das vendas externas e recuperação da demanda doméstica. “Nessa entressafra, o preço da arroba do boi gordo deve ultrapassar R$ 230,00”, aposta o dirigente.

O boi gordo segue em ritmo de alta mesmo com uma demanda interna bastante enfraquecida, resultado das incertezas geradas pela pandemia da Covid-19 e pela consequente perda de renda do brasileiro. Do lado da demanda, a arroba é sustentada pelo bom ritmo das exportações brasileiras, que tem a China como o principal impulsionador dos embarques, assim como ocorreu no ano passado.

Segundo as informações dos pecuaristas no app da Agrobrazil, os pecuaristas de São Paulo estão recebendo mais pela arroba, para a boiada com padrão China.

Um novo recorde de preço foi alcançado na manhã de hoje, onde pecuarista vendeu seus animais, na região de Ribeirão do Índios/SP, o preço informado foi de R$ 220/@ com pagamento à vista e abate para o dia 30 de junho. Confira as informações completas dessa negociação na imagem abaixo.

O fechamento do Cepea teve uma nova desvalorização, na contramão do mercado, fechando no valor de R$ 211,30/@. Já o app da Agrobrazil, fechou cotado em R$ 216,96/@ para praça de São Paulo, com uma variação de preço na casa de R$ 215 a R$ 220/@.

Giro das praças e principais cotações

Em São Paulo, bateu 214/@, a prazo, e nas praças do Norte do País as cotações avançaram para além de R$ 200/@. Nas áreas pecuárias do Centro-Oeste, o dia também foi de valorizações, com destaque para o Mato Grosso, onde o valor da boiada pronta subiu em quase todas as praças do Estado, segundo apurou a Informa Economics FNP – em Cáceres, avançou para R$ 187/@ (prazo); em Cuiabá, atingiu R$ 184/@ (à vista); em Barra do Garças, bateu R$ 190/@ (prazo); em Tangará foi a R$ 187/@ (prazo).

Na região Norte do País, os preços da arroba subiram no Pará, Tocantins e Rondônia. Nessas regiões, as pastagens seguem com boa qualidade, dando suporte para a retenção dos poucos animais disponíveis para abate, o que tem intensificado a especulação altista no mercado local, informa a FNP.

Agência Safras&Mercado

  • Na capital de São Paulo, os preços do mercado à vista passaram de R$ 211 para R$ 212/R$ 213.
  • Em Uberaba (MG), foram de R$ 205 para R$ 208.
  • Em Dourados (MS), subiram de R$ 201 para R$ 203.
  • Em Goiânia (GO), passaram de R$ 205 para R$ 207.
  • Já em Cuiabá (MT), foram de R$ 184 para R$ 186.

Atacado

No mercado atacadista, os preços da carne bovina seguem firmes. Segundo Iglesias, o ambiente de negócios indica novas altas nos preços, principalmente na virada do mês.

A ponta de agulha ficou em R$ 11,85 o quilo. O corte dianteiro permaneceu em R$ 12,55 o quilo, e o corte traseiro continuou em R$ 13,75 o quilo.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com