Arroba encontra barreiras e estaciona na casa dos R$ 255

Arroba encontra barreiras e estaciona na casa dos R$ 255

PARTILHAR
touros da raca senepol
Foto: Senepol Da Barra

Mesmo com a indústria encontrando dificuldades para preencher suas escalas de abate a arroba estaciona na casa dos R$ 255; veja outros destaques

Sem grandes novidades no mercado spot de boi gordo. As negociações seguem em ritmo lento e, com a dificuldade em realizar negócios, as indústrias trabalham com cautela e programações de abate ajustadas. Em São Paulo, a quarta-feira se encerrou com 4,5 dias úteis e os com pontuais reajustes positivos, mas a grande parte das indicações se mantém entre R$ 245,00 e R$ 250,00/@. Negócios a R$ 255 foram registrados no app Agrobrazil nesta manhã (24).

Os preços do boi gordo continuaram firmes nas principais regiões produtoras do país nesta quarta-feira, 23. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o cenário no geral apresenta poucas mudanças. “A oferta de animais terminados segue restrita, resultando em uma maior dificuldade na evolução das escalas de abate. A incidência de contratos a termo, tradicional a esse período do ano, é menor de 2020. Importante ressaltar que a oferta de animais de safra será discreta no último trimestre, consequência da estiagem prolongada que atrasou o desenvolvimento dos animais de pasto, que devem estar aptos ao abate apenas no primeiro trimestre de 2021”, assinala.

A oferta de boi gordo deve continuar restrita no último trimestre do ano. O cenário é consequência da estiagem prolongada que atrasou o desenvolvimento dos animais a pasto.

preco do boi gordo em setembro 24
Fonte: Agrobrazil

Os frigoríficos exportadores, entretanto, conseguem administrar melhor a produção, uma vez que continuam elevando consideravelmente os vendas ao mercado internacional, com destaque para China.

Em São Paulo, Capital, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 255 a arroba, estáveis na comparação com a terça-feira, 22. Em Uberaba, Minas Gerais, a cotação ficou em R$ 252 a arroba, ante R$ 251. Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, os preços ficaram em R$ 250 a arroba, inalterados. Em Goiânia, Goiás, o valor indicado foi de R$ 242 a arroba, estável. Já em Cuiabá, no Mato Grosso, o preço subindo, chegando a R$ 236 a arroba, ante R$ 234 – R$ 235 negociados na terça.

Reposição

A oferta restrita e alta demanda por animais para reposição têm resultado em aumento dos preços dos bovinos para reposição no estado.  Na comparação ano a ano, considerando a média de todas as categorias de animais para reposição pesquisada pela Scot Consultoria, houve alta de 84,0%. Neste mesmo período, a alta para o boi gordo foi de 60,5%. 

O incremento mais acentuado no mercado de reposição, em relação ao boi gordo, resultou em queda de 12,7% na relação de troca do recriador/invernista em doze meses, considerando a média de todas as categorias monitoradas pela Scot Consultoria.

gado magro no mato grosso do sul 1
Reposição no Mato Grosso do Sul / Fonte: Correa da Costa
Fonte: Ana Paula Alf Lima Ferreira

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com