PARTILHAR

O manejo hídrico deve ser entendido como: o uso cotidiano de conhecimentos e práticas que garantam a oferta de água em quantidade e qualidade aos rebanhos.

A água foi tema discutido em vários simpósios e encontros no mês de março, entretanto, apesar da sua importância, ainda é muito esquecida pela maior parte dos pecuaristas.

Acredite, o consumo de água pelo rebanho é um dos indicadores que melhor pode auxiliar nas tomadas de decisão da propriedade. Ela está relacionada de forma direta com os fatores:

  • Econômicos
  • Sociais
  • Ambientais
  • Produtivos
  • Sanitários

Na atualidade, a busca por sistemas de produção de forma sustentável (ILP, ILPF e etc.) é grande e a água é um fator de grande impacto nesses sistemas. É preciso que o produtor e o consumidor vejam que o sistema representa um potencializador e transformador da água em alimento, e não como uma atividade exploradora da água como muitos ambientalistas tentam mostrar.

Dito isso, vamos enumerar alguns fatores que são influenciadores no consumo de água dos bovinos. Vamos separa-los em áreas para melhor entendimento:

Animal

  • Tipo e tamanho
  • Peso
  • Idade
  • Genética

Zootécnico

  • Tipo de dieta
  • Ingestão de matéria seca
  • Ingestão de sal
  • Taxa de Ganho de Peso
  • Produção de leite

Ambientais

  • Umidade
  • Temperatura
  • Velocidade do vento

Saber o consumo de água pelos animais, pode auxiliar o produtor na avaliação da dieta, produção e diversos outros assuntos já supracitados. Entretanto, muitos se perguntam qual é o consumo médio diário de água pelos animais de produção. Vamos mostrar na tabela abaixo que é da Embrapa:

¹Considerando intervalos de temperatura de 21ºC a 32ºC. Fonte: Embrapa (Comunicado 102)

Quando analisamos a Tabela 1, conseguimos começar a tomar consciência do tamanho que é a influência e importância da água na produção animal. Veja que uma vaca em lactação consome em média 64 litros de água por dia, ou seja, se pensarmos em um rebanho de 50 cabeças em lactação, teremos um consumo diário médio de 3.200 litros de água. Nesse valor ainda não estão inclusos as perdas, água para limpeza, resfriamento e demais processos.

Mas, gostaria de enfatizar que toda essa água consumida será convertida em alimento, devolvida a natureza na forma de excremento, suor e etc. Ou seja, a água envolvida em um sistema de produção de alimentos está sendo reciclada a cada segundo.

Dito isso, vamos tentar enumerar aqui as principais fontes de água para a produção animal:

Fonte: Embrapa (Comunicado 102)

A falta de água com qualidade para dessedentação dos animais tem como consequências a redução do crescimento, do bem-estar e da saúde e o aumento do estresse, ou seja, resulta em consideráveis impactos negativos nos fatores zootécnicos e econômicos.

rubber-tank-bebedouros-1
Foto: Rubber Tank Bebedouros

Sendo esses impactos de conhecimento de produtores, profissionais, extensionistas, enfim dos atores relacionados às atividades pecuárias, pergunta-se:

por que a medição do consumo de água pelos animais não é uma prática comum?

Para acessar o comunicado completo, clique aqui.

Saiba a vital importância do gado beber água limpa no bebedouro

Bebedouros de pneus gigantes: ideia barata, ecologica e eterna

As informações são da Embrapa, resumidas e adaptadas pela Equipe Compre Rural.

 

-- conteúdo relacionado --

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com