Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Atualização e capacitação frente a tecnologias na agropecuária

preocupação com o meio ambiente e saúde animal e pública vem crescendo, e equipamentos da pecuária 4.0 serão imprescindíveis para auxiliar.

As tecnologias vieram para ajudar na produção de alimentos. E vieram para ficar. Ordenha robotizada, drones, sensores e câmeras fazem diariamente a coleta de dados automatizada para auxiliar na gestão das fazendas. O mundo das tecnologias muda rápido e estar a par de como trabalhar com cada uma delas é fundamental para manter sua atividade atualizada. 

A utilização de tecnologias permite uma conexão maior com os processos produtivos dentro da fazenda, gerando informações extremamente importantes para a gestão da unidade produtora. Esse maior domínio sobre o que está acontecendo na atividade não se restringe a conhecer melhor os animais, mas permite, também, que seja conhecido o momento de fazer a manutenção em algum equipamento, por exemplo. 

Além de facilitar o gerenciamento da propriedade, as tecnologias permitem responder à sociedade algo que vem sendo cada vez mais exigido por ela. A preocupação com o meio ambiente e saúde animal e pública vem crescendo, e equipamentos da pecuária 4.0 serão imprescindíveis para auxiliar nestes desafios.

Ter conhecimento de animais doentes de forma precoce auxilia no tratamento antecipado, evitando que o quadro clínico seja agravado e garantindo uma menor utilização de medicamentos, além de impedir que a doença seja espalhada para mais animais do rebanho. Isso conversa com a saúde animal, pública e a sustentabilidade ambiental, econômica e social, uma vez que diminui resíduos, gastos com medicamentos, e atua em sentido contrário à seleção de microrganismos resistentes.

É por isso que cada vez mais essas tecnologias estarão presentes no nosso cotidiano e precisamos estar a par do que está disponível e como elas podem auxiliar na produção de alimentos. Isso também gera um desafio, afinal, as inovações são frequentes e o desenvolvimento de equipamentos constante. Como estar a par dessas mudanças e novidades? Não há outra resposta se não a atualização e a capacitação de pessoas.

Qual a importância da capacitação para a pecuária 4.0?

  • Permite a melhor escolha da tecnologia a ser adquirida pela propriedade;
  • Não ficar com tecnologias obsoletas que não fazem mais sentido para sua atividade;
  • Maior conhecimento necessário para tomada de decisões devido a maior eficiência trazida pelas tecnologias;
  • Conhecer tecnologias que podem auxiliar a atingir objetivos;
  • Educar colaboradores para utilizar o equipamento;
  • Educar colaboradores para entenderem a importância da tecnologia na fazenda.

Escolha da tecnologia e sua atualização

Simplesmente adquirir e instalar uma nova tecnologia não é sinônimo de aumento de eficiência. É necessário entender, inicialmente, qual a melhor tecnologia para a realidade de cada unidade produtiva. E, para isso, é importante conhecer as possibilidades e se capacitar frente às tecnologias existentes.

É dominando as ferramentas tecnológicas que as melhores decisões poderão ser tomadas. O que faz sentido para a propriedade? Qual o meu maior desafio e como as tecnologias podem me ajudar com ele? São exemplos de perguntas que auxiliam no processo de tomada de decisão.

Tecnologias que podem auxiliar a atingir objetivos

A sustentabilidade tem ganhado cada vez mais atenção de consumidores, acadêmicos, políticos, empresas e produtores, e é crescente a necessidade de estar alinhado a este conceito. Diversos equipamentos podem ser utilizados para aumentar a sustentabilidade da propriedade, podendo fazer parte do caminho da propriedade rumo a uma produção sustentável.

O maior interesse e preocupação dos consumidores com o modo de produção e o desafio de aproximar o campo dos centros urbanos também podem ter as tecnologias como parte da solução. É possível, através delas, permitir que o consumidor conheça como os animais são tratados nas fazendas que dão origem ao produto que está adquirindo, por exemplo. 

Uma das tecnologias disponíveis são câmeras para monitoramento do gado. Quem sabe não pode ser um diferencial do seu produto possibilitar que consumidores tenham acesso a momentos reais das fazendas fornecedoras? As tecnologias estão aí para serem usadas da melhor forma de acordo com os objetivos de cada fazenda ou empresa, auxiliando, inclusive, na diferenciação do produto dentro do mercado.

Treinar e educar os colaboradores

Depois de definida uma tecnologia importante para a propriedade, é momento de treinar as pessoas que trabalham na fazenda. Inicialmente pensamos sobre a necessidade de saberem utilizar o novo equipamento. Mas o treinamento vai além disso. Ele é essencial para que as pessoas sejam incluídas no processo e entendam a importância das alterações que vão acontecer nos manejos a partir da implementação dessa ferramenta.

Nós, humanos, somos resistentes à mudança. Alguns mais, outros menos, mas todos temos certa resistência ao que é novo. Para que as alterações sejam melhor aceitas, é importante entendermos porque isso está acontecendo, quais as melhorias e vantagens que isso vai trazer para o trabalho e para a produção final.

Nesse processo de capacitação, as empresas são peças fundamentais, seja no momento de divulgar suas tecnologias e ensinar a usá-las no cotidiano da fazenda, seja para capacitar aqueles que já adquiriram tecnologias, ou ainda, para implementar uma tecnologia nas unidades fornecedoras que fará com que o produto industrializado seja diferenciado no mercado.

Por que empresas devem apoiar a capacitação de produtores frente à Pecuária 4.0?

  • Melhor qualidade da matéria-prima;
  • Divulgação de tecnologia desenvolvida e suas vantagens;
  • Possibilidade de diferenciação do produto frente a marcas concorrentes.

Melhor qualidade da matéria prima

O uso de tecnologias auxilia na identificação dos gargalos da atividade. Isso permite, entre outras coisas, identificar parâmetros da qualidade do leite que podem ser melhorados. Um exemplo é identificar de forma precoce a alta Contagem de Células Somáticas (CCS), que pode indicar mastite subclínica e que tem influência direta na qualidade do produto.

Possibilidade de diferenciação do produto frente a marcas concorrentes

Como já mencionado, as tecnologias estão disponíveis para serem usadas da melhor forma de acordo com os objetivos de cada fazenda ou empresa. Elas não precisam ser implementadas apenas para monitoramento da fazenda, coleta de dados etc. Existem outros desafios, como transparência com o mercado consumidor, que podem ser trabalhados com auxílio da tecnologia.

Fonte: MilkPoint
Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM