Austrália vai ao Catar, mas já é destaque no agronegócio

PARTILHAR
(Photo by Tony Lewis/Getty Images)

A seleção da Austrália participou das Copas do Mundo de 2010, 2014 e 2018, mas sem levar o título. Entretanto, é um grande destaque no setor do agronegócio mundial.

Fundada oficialmente em 1922, para realizar jogos contra a Nova Zelândia, a Austrália dificilmente jogava contra adversários de fora da Oceania. Sua primeira participação em Copas do Mundo de Futebol foi em 1974, disputada na Alemanha. Na competição, a Austrália disputou a primeira fase contra a Alemanha Ocidental, Alemanha Oriental e Chile, e terminou a competição com duas derrotas e um empate.

Os australianos só retornaram ao mundial em 2006, novamente na Alemanha. Enfrentou Japão (vitória australiana por 3 a 1), perdeu para o Brasil por 2 a 0 e empatou com a Croácia por 2 a 2, se classificando em segundo lugar no grupo F. Nas oitavas-de-final, perderam para a Itália por 1 a 0.

A seleção da Austrália participou das Copas do Mundo de 2010, 2014 e 2018, mas em nenhuma das edições conseguiu avançar para as oitavas de final, sendo eliminada sempre na primeira fase. A seleção não tem grandes jogadores no cenário mundial. Por conta disso, o técnico Graham Arnold costuma usar a formação de 4-1-4-1, abusando sempre das jogadas aéreas.

O nome mais conhecido entre os australianos é o meio campista Aaron Mooy, jogador que atua no Celtic, da Escócia. A seleção está no Grupo D, nesta edição, e enfrentará na primeira fase a Dinamarca, França e Tunísia.

Agropecuária

Quinto maior exportador de trigo do mundo, a Austrália embarcou mais de 5,3 milhões de toneladas no último trimestre de 2021. Já na indústria de carne vermelha, o país afirma que está a caminho de alcançar a neutralidade de carbono até 2030, e que reduziu suas emissões em quase 60% desde 2005. Isso é um projeto estipulado já há algum tempo pelo governo local.

O chefe da Meat and Livestock Austrália – empresa que trabalha com o governo em normas regulatórias para produção e exportação de carne –, Jason Strong, afirmou que o setor pecuário australiano alcançou a maior redução nas emissões de gases de efeito estufa de qualquer setor na economia australiana, mais da metade de suas emissões nacionais. “Este é um grande progresso e apoia as metas ambiciosas da indústria“, acrescentou Strong.

Os números apontam que cerca de 50% das terras da Austrália ou 355 milhões de hectares são usados para a produção de carne vermelha. O rebanho australiano está em plena reconstrução, mas as exportações de carne bovina do país tiveram desempenho ruim em 2021, ficando bem abaixo de 900.000 toneladas, o seu nível mais baixo em pelo menos 36 anos.

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com