Beleza rara! Vaca da raça Nelore Pintado valoriza em R$ 1,5 milhão

PARTILHAR
vaca LAMBONA L. CANÇADO - capa
Foto: Reprodução

Matriz Nelore Pintado, LAMBONA L. CANÇADO, foi leiloada e alcançou valores recordes para a raça; vaca é uma das principais doadoras do plantel

A base da raça Nelore Pintado está em constante evolução, o Nelore V3, de Paranaíba, MS, é um dos criatórios que encabeçam uma lista de grandes criadores que estão fazendo a raça crescer e desenvolver-se no país, sempre primando pela produtividade. O criatório está promovendo a Semana Nelore V3, onde serão leiloados machos, fêmeas, embriões e sêmen dos melhores animais do criatório em cinco leilões durante toda a semana. Ontem (28), aconteceu o Leilão V3 Sem Reservas – Fêmeas, onde o destaque absoluto foi a melhor doadora do plantel na atualidade.

O resultado do leilão não é surpresa, já que a cabeceira absoluta das fêmeas do plantel foram colocadas a disposição dos criadores interessados pela genética. A matriz destaque absoluto do leilão foi LAMBONA L. CANÇADO, filha do Emissário L. Cançado na Raja da Café. Ela é mãe do touro Impacto FIV V3 e mais outros três touros de Central, uma das principais doadoras com altíssimo padrão genético e uma repetibilidade em sua produção que impressiona.

No remate, transmitido pelo Canal Rural, foram leiloados 33% de suas cotas que foram arrematadas por R$ 510.000,00 gerando uma valorização de R$ 1.530.000,00 da matriz.

vaca LAMBONA L. CANÇADO
Foto: Reprodução / Acervo Nelore

Ela segue parida de macho do RESGATE L. CANÇADO e prenhe também do RESGATE com previsão para JANEIRO de 2023. Outro destaque da fêmea é sua produção de oócitos, com média de 60 unidades por aspiração.

A matriz fará parte de um condomínio de três criadores, Nelore V3 do criador João Antonio Soares, Nelore WAP, do criador Wellington Pereira de Nova Ponte, MG e Fazenda Syagri, do criador Otaniel José Pereira – Informações coletadas da página @acervonelore de Leandro Souza.

E não para por aí, confira a agenda completa da semana Nelore V3.

Agenda de Leilões – Nelore V3

  • 28 de Junho – 20h30
    Leilão V3 Sem Reservas – Fêmeas
  • 29 de Junho – 20h30
    Leilão V3 Sem Reservas – Machos
  • 30 de Junho – 20h
    Leilão Jóias V3 – Fêmeas
  • 01 de Julho – 20h30
    Leilão V3 Genética Embryo – Embriões e Sêmen
  • 02 de Julho – 09h15
    Leilão Touros V3 e Faz. Reata – Machos

As cores do Nelore trazem muitos curiosos e admiradores, o malhado de preto e branco e malhado de vermelho e branco são os mais comuns, entretanto há outras ainda mais exóticas, como vermelho, vermelho tapado, branco e cinza e tabaco. Mais comuns, os pintados tem feito muitos apaixonados e adeptos pelo Brasil, uma das constatações desse fato é o sucesso que os animais fazem nas redes sociais, sempre com milhares de curtidas. A Marca V3, por exemplo, tem mais de 115 mil seguidores só no Instagram.

Foto: Nelore V3

Origem do Nelore Pintado – Marca V3

O Nelore V3 tem como objetivo inicial, dar continuidade no processo de seleção iniciado por Walmir Lopes Cançado na Fazenda Café no município de Paranaíba – MS. Onde o mesmo foi responsável pelo primeiro registro genealógico do Nelore Pintado no Brasil, com touro o Pintor da Café. O criterioso trabalho deste selecionador, que segundo seus contemporâneos “era um desbravador de fazendas e muito sábio ao escolher uma rês”.

No entanto, a base para essa seleção surgiria na década de 1920, através de animais descendentes do touro Pintor Importado, de propriedade do coronel Manoel Andrade (conhecido como “Neca Andrade”), um dos pioneiros criadores de Nelore na região do Triângulo Mineiro. A partir de 1953, iniciava-se então uma seleção de gado que em além de buscar animais bons, selecionava-se também a pelagem (preto-branco e vermelho-branco), e tão logo Sr. Walmir já tinha 1300 vacas pintadas nas férteis terras do bolsão, como é conhecido o sudeste Sul-matogrossense.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com