Bezerro a R$ 2.620,00 com mercado em alta, sobe mais?

Bezerro a R$ 2.620,00 com mercado em alta, sobe mais?

PARTILHAR
Fotos: Fazenda ELGE

Preço do bezerro disparou em todo Brasil, os preços já estão acima de R$ 12/kg, a pergunta do momento é: “os preços somem mais ou atingiu o limite?”

Os preços do bezerro continuam operando em alta, garantindo a valorização do animal em todas as praças pecuárias do Brasil. Aliás, é preciso ressaltar a grande dificuldade que o recriador está tendo em encontrar os animais no mercado. O maior abate de fêmeas nos anos anteriores é a maior justificativa para o atual cenário, ou seja, o ciclo pecuário segue pressionando os valores de mercado.

Segundo informações da Scot Consultoria, o preço do bezerro já subiu cerca de R$ 1.000,00 por cabeça, tomando o início do ano como referência. De forma generalizada, os animais na categoria de fêmeas, estão mais valorizadas que os machos. Veja como está o mercado!

Em São Paulo – referência para outras praças do País –, o valor médio para os bezerros chegou a R$ 2487,50/cab, na média parcial de outubro, conforme dados informados no aplicativo da Agrobrazil. Já a praça de Goiás teve média de R$ 2150/cab, seguido por Mato Grosso Sul com valor de R$ 2269/cab.

Segundo as informações da tabela abaixo, disponibiliza pelo aplicativo com exclusividade para o Compre Rural, o valor do animal teve uma alta de quase R$ 800,00 por cabeça, considerando a praça de paulista e janeiro como referência.

O pecuarista de Rancharia/SP, informou negócios na casa de R$ 2.350,00/cab, para animais com peso médio de 189 kg, ou seja, um preço por kg de R$ 12,43.

Preço disparou no Rio de Janeiro

No estado, a demanda está aquecida para todas as categorias de bovinos para reposição, em especial pelos animais mais jovens.

Tomando o início do ano como referência, o bezerro de ano anelorado (7,5@) estava cotado em R$1.550,00 e, atualmente, é negociado por R$2.620,00, alta de 69,0%. Já o bezerro desmama anelorado (6@) apresentou alta de 61,5% no mesmo período e, atualmente, está cotado em R$2.100,00.

No mesmo intervalo, a arroba do boi gordo subiu 37,0% no estado, resultando em queda de 14,7% no poder de compra do recriador/invernista, considerando a média de todas as categorias pesquisadas pela Scot Consultoria.

Relação de troca e futuro dos preços

View this post on Instagram

🇧🇷🐂

A post shared by Scot Consultoria (@scotconsultoria) on

No curto prazo, a expectativa é de que a demanda por bezerros continue firme e os preços deverão seguir sustentados pela oferta limitada. Outro ponto que colabora para as altas nos preços é a subida nos preços da arroba diante da demanda aquecida.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com