Bezerro sai por R$ 2.000, preço da reposição vai cair?

Bezerro sai por R$ 2.000, preço da reposição vai cair?

PARTILHAR
Foto: L. M Nieto / @lmnieto

O preço do bezerro parece ter se igualado pelo Brasil, não importa onde, o preço médio é de R$ 9/kg, afinal, o preço da reposição vai cair? Confira!

Diante da pressão de baixa observada no mercado do boi, tendo em vista a dificuldade de venda de carne bovina no mercado interno, o mercado está devagar, diz a Scot Consultoria. Na média de todas as categorias de machos e fêmeas anelorados, em todas as regiões pesquisadas pela Scot Consultoria, as cotações subiram 5,6% desde o início do ano, enquanto as do boi gordo, na mesma comparação, subiram 2,1%, na média das praças.

Receosos quanto ao cenário do boi gordo, recriadores/invernistas não estão negociando animais para reposição e as referências seguem praticamente sem alterações. A Scot ressalta ainda que o cenário ainda é de boas condições das pastagens, o que permite que a ponta vendedora mantenha os animais no pasto.

No app da Agrobrazil, pecuaristas tiveram mais cautela e o número de negociações segue um pouco mais tímido que em março, antes do início da quarentena. Os pecuaristas estão comprando de acordo com a saída do boi gordo, confira!

Em Piacatu/SP, o preço do bezerro é de R$ 2000 à vista e peso médio de 220 kg. Em Anaurilândia/MS, o valor foi de R$ 2000 à vista e peso médio de 250 kg. Já em Campo Grande/MS, foi de R$ 1800 à vista e peso médio de 195 kg.

A média para o animal dessa categoria no Brasil, parece ter se estabelecido em R$ 8,50/kg. Como disse um pecuarista esses dias, “bezerro ficou tudo igual, basta ser nelore ou anelorado que o preço é um só no país”. Agora o momento é de cautela para o pecuarista de recria-engorda, talvez seja momento de esperar um pouco para realizar as compras, vendo que a tendência é de queda no mercado e a menor oferta de pasto vai forçar a venda dessa reposição.

No Maranhão a maior demanda pelo animal jovem

Tomando o início do ano como referência, com os preços dos animais para reposição em menor ritmo do que o mercado do boi gordo, melhorou o poder de compra do recriador em 0,8% no período, considerando a média de todas as categorias monitoradas.

Na mesma comparação, a maior demanda foi pelo bezerro de ano anelorado (7,5@), com alta de 7,3%, atualmente cotado em R$1.620,00.

Em janeiro/20, com a venda de um boi gordo de 18@ compravam-se 2,04 bezerros de ano, atualmente compram-se 2,02. Piora de 1,4% no poder de compra.

Pontualmente, o mercado de reposição esfriou nas últimas semanas devido às incertezas do mercado do boi gordo em função da pandemia do coronavírus. No entanto, a pouca disponibilidade de animais na maior parte do estado, é um importante fator de sustentação de preços na reposição.

Compre Rural com informações da Scot Consultoria e Agrobrazil

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com