Boi gordo atinge máxima e chega a R$ 180/@

Boi gordo atinge máxima e chega a R$ 180/@

PARTILHAR
confinamento-dinheiro-lucro
Foto: Montagem Compre Rural.

Boi: Vencimento outubro para 2020 atinge R$ 180,00/@ na Bolsa Brasileira. Valor foi o preço máximo histórico observado pela a B3.

Na Bolsa Brasileira (B3), as referências para o boi gordo enceraram a sessão desta quarta-feira (16) do lado positivo da tabela. O vencimento de outubro para 2020 alcançou o patamar de R$ 180,00/@, esse valor foi o preço máximo histórico até o momento observado na Bolsa Brasileira.

Os principais vencimentos registraram altas ao redor de 0,15% a 0,72%. O contrato outubro/2019 fechou o dia cotado a R$  164,25/@, com uma valorização de 0,24%. O vencimento novembro/19 registrou uma alta de 0,15% e terminou cotado a R$ 168,60/@. O dezembro/19 finalizou a sessão com um ganho de 0,41% a R$ 172,20/@. Já o vencimento janeiro/20 teve uma alta de 0,72% e está precificado a R$ 174,50/@.

Segundo a Análise da Informa Economics, a quarta-feira foi marcada negociações esparsa e irregular no mercado físico do boi gordo.

“A maior parte da ponta compradora conta com escalas de abate para segunda-feira da próxima semana e, mesmo com necessidade de aumentar suas programações de abate, demonstram resistência em serem mais ativos nas compras de gado em função da forte especulação altista”, informou.

Em seu boletim matinal, a Radar Investimentos destacou que o cenário das programações de abates está heterogêneo, mas de toda forma há bons espaços nas programações da próxima semana a serem preenchidos.

Mais notícias sobre o assunto:

Segundo um levantamento realizado pela a Scot Consultoria, os preços subiram em nove praças pesquisadas pela a empresa. Em São Paulo, foi onde as referências de todas as categorias aumentaram.

“Para o boi gordo, a referência paulista subiu R$0,50/@ na comparação dia a dia e a arroba está cotada em R$162,00, à vista, livre de Funrural. Destaca-se que existem ofertas de R$3,00 a R$4,00 por arroba acima desta referência para bovinos que atendam os atributos requisitados pelos importadores chineses”, apontou na análise de mercado.

No aplicativo da AgroBrazil, foram observados negócios na região de Iturama/MG ao redor de R$ 162,00/@, á prazo com trinta dias para o pagamento. No município de Taquarussu/MS, houve negócios em torno de R$ 162,00/@, a prazo com trinta dias, para o animal destinado a exportação.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o analista de mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, que ofertas acima das referências são para animais que tem o padrão exportação para a China. “Nem todos os frigoríficos estão conseguindo pagar por esses valores, para isso o animal tem que ter dentição, idade e documentação e a indústria também precisa estar habilitada a exportar”, afirma.

Com relação ao mercado atacado, o aplicativo AgroBrazil informou que as referências em são Paulo para o boi casado está ao redor de R$ 11,00/kg. Já a vaca em São Paulo, está cotada ao redor de R$ 10,56/kg.

Fonte: Notícias Agrícolas

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com