Boi gordo: recuos nas cotações da arroba

Boi gordo: recuos nas cotações da arroba

PARTILHAR
Confinamento e Boitel VFL BRASIL. Foto: Marcella Pereira

Os preços da vaca e da novilha gordas caíram R$2,00/@, cotadas em R$246,00/@ e R$258,00/@, respectivamente, preços brutos e à vista. 

Devido às fortes quedas na arroba do boi gordo ao longo dessa semana, boa parte das indústrias paulistas, com escalas mais confortáveis, ficaram fora das compras nesta manhã. Os frigoríficos ativos abriram o mercado derrubando os preços mais uma vez. 

Na comparação diária, a queda foi de R$3,00/@, e o boi gordo está apregoado em R$260,00/@, preço bruto e à vista, R$259,50/@ com desconto do Senar e R$256,00/@ com desconto do Senar e Funrural.

Os preços da vaca e da novilha gordas caíram R$2,00/@, cotadas em R$246,00/@ e R$258,00/@, respectivamente, preços brutos e à vista. 

Queda também no Pará

Nas praças de Marabá e Redenção a pressão de baixa fez os preços de todas as categorias caírem na comparação dia a dia. 

Em Marabá, a cotação recuou R$2,00/@ para o boi gordo e R$5,00/@ para as fêmeas, com os preços estabelecidos em R$256,00/@ para o boi gordo e R$248,00/@ para as fêmeas, preços brutos e à vista.

Em Redenção, a queda foi ainda mais acentuada. O boi gordo e a vaca gorda recuaram R$5,00/@ apregoados em R$253,00/@ e R$248,00/@, respectivamente. Já a novilha recuou R$4,00/@, cotada em R$253,00/@, preço bruto e à vista.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com