Bolsonaro promete R$ 1 bilhão para o seguro e porte de arma...

Bolsonaro promete R$ 1 bilhão para o seguro e porte de arma dentro das fazendas

PARTILHAR
bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro durante a abertura da Agrishow 2019 (Foto: Divulgação/Presidência da República)

Presidente falou durante a abertura da Agrishow, em Ribeirão Preto (SP). Financiamento de máquinas terá R$ 500 milhões, valor considerado insatisfatório.

O governo federal anunciou, durante a abertura da Agrishow, em Ribeirão Preto (SP), um aporte adicional de R$ 500 milhões em crédito para o programa Moderfrota, de financiamento de máquinas e equipamentos agrícolas. A informação foi dada pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante pronunciamento na cerimônia de abertura do evento nesta segunda-feira (29/4)

“Depois de muitas conversas, muitos cálculos, conseguimos raspar o tacho e esse plano safra vai ter R$ 500 milhões a mais para o Moderfrota”, disse a ministra, lembrando que, anteriormente, o governo chegou a liberar R$ 1 bilhão em aportes suplementares. “É pouco? É pouco”, reconheceu.

A falta de recursos para financiar máquinas e equipamentos agrícolas tem sido uma das principais preocupações do setor. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) chegou a suspender protocolos de financiamentos do Moderfrota por conta da escassez de recursos. O montante anunciado na Agrishow está bem abaixo da reivindicação da indústria, que era de R$ 2,5 bilhões.

A reivindicação chegou a ser reforçada pelo presidente do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos Agrícolas (Abimaq), João Carlos Marchesan, em seu pronunciamento. Ele lembrou da necessidade de haver recursos para encerrar o atual Plano Safra, ressaltando que, pelo menos metade da frota de maquinário no país precisa ser renovada.



Tereza Cristina atribuiu a escassez de recursos ao otimismo do agronegócio em relação ao Brasil. Segundo ela, a confiança do produtor o levou a investir e a “gastar todo o dinheiro antes do tempo”. Disse ainda que o Plano Safra para a temporada 2019/2020 deverá ser anunciado no dia 12 de junho.

A ministra anunciou ainda a abertura da Índia para a carne de frango do Brasil. E informou que, em sua viagem à Ásia, na próxima semana, serão discutidos assuntos relativos a mercados como frutas, gado em pé, soja, entre outras commodities, para as quais o Brasil buscará agregar valor.

Seguro rural e posse de arma

Em seu pronunciamento, o presidente Jair Bolsonaro confirmou que o governo irá destinar R$ 1 bilhão para o programa de subvenção ao prêmio do seguro rural, o que já vinha sendo sinalizado pela própria ministra Tereza Cristina.

Sobre sua política para a agricultura e o meio ambiente, disse que seu governo está promovendo o que chamou de limpa no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e no Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio). Segundo ele, mudanças eram necessárias porque a fiscalização ambiental no país vinha sendo feita de “forma xiita”.

Bolsonaro afirmou ainda que na próxima semana deve ser votado no Congresso Nacional um projeto de lei que permite a posse de armas de fogo em todo o perímetro da fazenda. E que enviará ao parlamento outra proposta, prevendo a inclusão no chamado excludente de licitude do produtor rural que agir em defesa da propriedade. Assim, ele responderia pelo ato, mas não seria punido.

“A propriedade privada é sagrada e ponto final”, disse ele. O presidente afirmou também que “a reforma agrária sem viés ideológico deve começar por lotes ociosos e por conciliação em áreas já judicializadas”.

Reforma da Previdência

A abertura da Agrishow foi marcada também por diversas manifestações de apoio à Reforma da Previdência, em discussão no Congresso Nacional. Representantes da indústria de máquinas e equipamentos e políticos destacaram a importância das mudanças no sistema de aposentadoria para a economia brasileira.

“Todos nós temos que apoiar a Reforma das Previdência, que muda o Brasil, criando empregos e oportunidades. Não pode haver ideologia ou partidarismo”, disse o governador de São Paulo, João Dória Junior, acrescentando que o PSDB vai apoiar incondicionalmente projetos que considera “bons para o Brasil”.

A edição deste ano é a 26ª da Agrishow, uma das principais feiras de tecnologia agrícola do Brasil. A expectativa dos organizadores é de negócios em torno de R$ 3 bilhões, superando a edição de 2018, quando a movimentação foi de R$ 2,7 bilhões.

Fonte: Globo Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com