Carnes geraram receita cambial 14% maior no primeiro quadrimestre de 2020

Carnes geraram receita cambial 14% maior no primeiro quadrimestre de 2020

PARTILHAR
Foto: Pixabay

Em quatro meses, a receita cambial das carnes registrou aumento de 13,24% e, com isso, ultrapassou a casa dos US$5,3 bilhões.

Os dados compilados pelo MAPA junto à SECEX/ME indicam que no primeiro quadrimestre de 2020 o volume exportado de carne bovina aumentou apenas 1,17% (in natura: +4,53%). Mas como o preço médio obtido aumentou quase 18%, a receita cambial gerada pelo produto apresentou incremento de 19,21%, superando ligeiramente os U$2,4 bilhões.

O incremento no volume de carne de frango foi relativamente maior: +5,12%. Uma vez, porém, que o preço refluiu (queda de 4,39%), a receita cambial permaneceu, praticamente, nos mesmos níveis do primeiro quadrimestre de 2019: ficou em US$2,122 bilhões, incremento de apenas meio por cento.

O melhor desempenho, no entanto, continua sendo reservado para a carne suína. O volume embarcado aumentou perto de 29% e o preço médio quase 20%. Com isso, a receita cambial do produto registrou expansão de mais de 50%, ultrapassando os US$646 milhões.

Em quatro meses, a receita cambial das carnes registrou aumento de 13,24% e, com isso, ultrapassou a casa dos US$5,3 bilhões. Desse total, 45,29% provieram da carne bovina, 39,92% da carne de frango e 12,16% da carne suína.

Fonte: AviSite

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com