Cavalo pode suar até 12 litros por hora, você sabia?

Cavalo pode suar até 12 litros por hora, você sabia?

PARTILHAR
Foto Divulgação

Durante a lida com os animais, o cavalo pode suar até 12 litros por hora, confira abaixo algumas dicas importantes para compensar a perda!

Você sabe qual a quantidade de suor que o seu cavalo produz, na lida do gado ou até mesmo em competições? A desidratação dos animais pode causar um grande prejuízo ao sua tropa, por isso é importante ficar atento a reposição desse liquido. Confira abaixo as dicas para manter seu animal hidratado, mesmo durante a lida!

Durante exercício físico intenso um cavalo pode perder 10 a 15 litros de fluidos por hora, ou seja, praticamente 10% do seu peso em um dia. Para compensar estas percas, o cavalo tem necessidade de aumentar o consumo de água e/ou reduzir o volume de urina. Esse volume expressivo diz respeito à quantidade de suor que é produzida por um cavalo durante a lida, treinamento ou competição.

Quem comenta, também, sobre o assunto é o médico veterinário e consultor especialista em equinos Mário Duarte listou dicas para que o criador compense todo o esforço de sua montaria.

“O cavalo que trabalha demais em temperaturas quentes costuma transpirar bastante e o suor é fundamental para ele regular a temperatura. Nós chamamos isso de termorregulação. Existe uma curiosidade que apenas os primatas, que são os macacos, os seres humanos e os equídeos, os cavalos, suam. É uma característica das nossas espécies”, informou Duarte.

“Mas o cavalo, por ter uma musculatura desproporcionalmente grande, também gera uma grande quantidade de calor e ele precisa dissipar esse calor. E como ele faz isso? Usando o suor!”, explicou.

De acordo com o veterinário, o cavaleiro não deve privar o cavalo de se hidratar em momento algum. Se o cavalo não consegue transpirar adequadamente ao ritmo que o organismo produz energia calorífica, o animal corre elevados riscos de sofrer de choque hipertérmico, com consequências devastadoras, incluindo danos no sistema nervoso.

“O que é importante é não deixar os cavalos sem água. Tendo oportunidade, os cavalos devem tomar água. Eles têm uma perda no suor significativa, é mais ou menos por volta de 12 litros de suor por hora e, em condições, por exemplo, como nós estamos vivenciando agora, momentos de extremo calor, é fundamental ter esse cuidado. Outro cuidado é repor os minerais que esses cavalos vão perder através do suor. Por isso uma boa suplementação com minerais”, detalhou Duarte.

O especialista recomendou que o cavaleiro não deixe o suor secar no cavalo. “A melhor maneira de fazer isso é uma boa ducha; A gente costuma fazer primeiro refrescando bem pelas pernas ,depois entre as pernaspeito, ir para o costado e as costas por último. Mas é importante que se retire o suor de cavalos que trabalham. Quem gosta de ter cavalos com pelagens bonitas, é bom não deixar o suor secar no cavalo”, acrescentou.

Duarte explicou ainda porque eventualmente forma-se uma espuma a partir do suor dos equinos. “Os cavalos tem realmente uma proteína, uma saponina, um sabão, um detergente no suor. Além de água e minerais, ele também secreta essa substância proteica e, se houver fricção, ela faz espuma. Então é comum a gente olhar alguns cavalos com espuma branca, geralmente entre as pernas, geralmente aonde a rédea esfrega no pescoço, as vezes no cilhadouro a gente vê a presença dessa espuma branca. Existe um mito entre os peões que diz que cavalo que sua com muita espuma não tem uma condição física, ou melhor, o trabalho excedeu a condição física dele, mas isso não é comprovado cientificamente”, revelou.

Por fim, Duarte elencou três passos para compensar todo o esforço e suor dos cavalos.

1 – “Mineralização com um bom sal mineral de uma boa marca à vontade no cocho, disponível aos animais em todos os tempos”;

2 – “Não privar o cavalo de beber água. Naquele intervalo de trabalho, deixar o cavalo beber, quando está passando por um córrego, deixar ele tomar água e fazer a reidratação”;

3 – “Se possível, no final do dia, para esse cavalo poder relaxar bem, nada melhor que uma boa ducha, tirar aquele suor seco”.

Compre Rural com informações do Giro do Boi

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com