Churrasco só se for sem Heineken, quem concorda?

PARTILHAR

‘Churrasco sem Heineken’: entidades pecuárias promovem campanha de boicote à marca; A marca “decepcionou” o setor de carne bovina no país!

A postagem nas redes sociais da cervejaria Heineken declarando apoio ao Dia Mundial Sem Carne segue repercutindo no setor pecuário. No último final de semana, a empresa “errou feio” ao fazer uma publicação do “Dia mundial sem carne”, gerando certa revolta em grande parte do setor!

Após a revolta de alguns internautas, algumas entidades do setor pecuário endossaram as críticas à empresa e decidiram lançar a campanha #ChurrascoSemHeineken. E você, qual a sua opinião quando ao assunto? Veja a história abaixo!

O movimento foi encabeçado pela Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac). “A empresa mostra total desrespeito de desconsideração à pecuária brasileira, que é motivo de orgulho por ser a primeira pecuária comercial do mundo. A Febrac sugere que os pecuaristas façam o mesmo o instituam o “Churrasco sem Heineken”, diz nota divulgada pela entidade.

Vale ressaltar que, a iniciativa da data surgiu em 1985 com a FARM (Farm Animal Rights Movement), com a proposta de reflexão e conscientização sobre os impactos que o consumo de carne traz ao mundo e os benefícios de uma alimentação sem carne.

A Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso (ACNMT), também aderiu à campanha e propôs que associados, parceiros e pecuaristas utilizassem a hastag #Churrasco sem Heineken em postagens nas redes sociais. O presidente da Nelore Mato Grosso, Aldo Rezende Telles, acredita que a marca vai sofrer um boicote dos pecuaristas e do setor agro após a polêmica.

A publicação já tem mais de 11 mil comentários, um aumento de mais de 6.000% em relação as outras postagens do perfil oficial da cerveja no país. Dentre as hashtags mais usadas estão #churrascosemheineken e #heinekennao, além de muitos comentários de pecuaristas e perfis ligados ao agronegócio condenando a atitude da marca.

dia mundial sem carne heineken
Foto: Reprodução das redes sociais

“O churrasco sempre combinou com cerveja a marca pede para não comer carne? Isso é uma coisa sem nexo e ofende quem produz e trabalha para alimentar o país. Quem sairá perdendo será a marca”, afirma Telles.

Já a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) não declarou apoio oficial à campanha da Febrac, mas em suas redes sociais compartilhou uma mensagem com a seguinte frase “Carne é nossa fiel paixão, cerveja é somente uma opção”. O presidente da ACNB, Nabih Amin El Aouar, disse que as cervejarias deveriam ser parceiras da pecuária e não inimigas.

Por meio de nota, a Heineken disse que a post apoiando o Dia Mundial Sem Carne tinha a intenção de mostrar ao público que a cerveja também atende aos veganos. A empresa reforçou que a mensagem não significa a desvalorização de qualquer setor da economia.

Apenas no Instagram, a hastag #Churrasco sem Heineken acumula mais de 600 publicações.

Segundo Maurício Palma Nogueira, Sócio diretor da Athenagro – “Grandes corporações estão sendo vítimas de profissionais da comunicação totalmente despreparados. Na ânsia de mostrarem resultados com as postagens, justificando seus contratos, embarcam em mentiras, que se apoiam em bandeiras autointituladas justas, sustentáveis ou conscientes. Erram feio!!! E ainda causam enormes prejuízos aos seus clientes.”

Depois da postagem infeliz da marca começaram a surgir fotos e vídeos de pessoas ligadas ao agronegócio combatendo o discurso falacioso:

Em outro vídeo com a legenda – “Pode chamar a gente de bocó, caipira, pé rachado, mas não mexe com a nossa carne!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com