Com ou sem escala, arroba vai seguir com preço firme!

Com ou sem escala, arroba vai seguir com preço firme!

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre

Preço deve continuar firme mesmo com aumento de animais na escala de abate; Em Mato Grosso e São Paulo, o preço do bezerro nos indicadores do Cepea tiveram os recordes renovados.

O preço do bezerro nos indicadores do Cepea em Mato Grosso do Sul e São Paulo teve recordes renovados. No mercado paulista, a cotação ficou em R$ 2.317 mil, alta acumulada de R$ 51,2% no ano. Já em Mato Grosso do Sul, o preço chegou a R$ 2.266, valorização de 48,8% em 2020.

Analistas apontam que o mercado de reposição segue impulsionado pelo aumento nos preços da carne e do boi gordo, que refletem a oferta escassa de animais terminados.

“A oferta muito escassa tem levado a gente a ter preços cada vez mais firmes, preços que a gente acredita que devem continuar firmes apesar da chegada das chuvas, dos animais de pastos. Esses animais vão entrar na escala de abate, mas não serão suficientes para fazer o preço do boi gordo desvalorizar”, afirma Yago Travagini, analista de mercado da Agrifatto Consultoria.

Boi: oferta de animais é maior; preço da arroba chega a R$ 259 em São Paulo

O mercado físico do boi gordo segue com preços acomodados. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, os frigoríficos continuam apontando para uma posição mais confortável em suas escalas de abate, com a incidência de contratos na modalidade a termo e a oferta oriunda de confinamentos próprios sendo determinantes para esta conjuntura.

“Além disso, a previsão de chuvas ganha relevância, dada a dificuldade em manter os animais nos confinamentos nessas condições. A previsão é de um giro maior de confinados ao longo de outubro”, destaca.

Enquanto isso, as exportações continuam ocorrendo em nível significativo, com a China mantendo um bom ritmo de compras.

Em São Paulo, Capital, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 259 a arroba. Em Uberaba, Minas Gerais, os valores chegaram a R$ 256 Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, os preços ficaram em R$ 253 a arroba, ante R$ 252. Em Goiânia, Goiás, o valor indicado foi de R$ 250 a arroba, inalterado. Já em Cuiabá, no Mato Grosso, o preço também ficou estável, sendo negociado a R$ 244 a arroba.

Atacado

No mercado atacadista, os preços da carne bovina seguem firmes. Conforme Iglesias, o ambiente de negócios sugere pela continuidade do movimento de alta nos preços, em linha com a entrada dos salários na economia, que impulsiona a reposição ao longo da cadeia produtiva.

Com isso, a ponta de agulha seguiu em R$ 14,25 o quilo. O corte dianteiro permaneceu em R$ 14,30 o quilo, e o corte traseiro continuou em R$ 19,30 o quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em baixa de 0,60%, sendo negociado a R$ 5,5890 para venda e a R$ 5,5870 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,5780 e a máxima de R$ 5,6470.

Compre Rural com informações do Canal Rural e Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.