Como amamentar um filhote de cavalo órfão

Como amamentar um filhote de cavalo órfão

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Para alimentar potros que ficaram sem a mãe, a recomendação é sempre contar com um banco de leite de égua congelado.

“Está certo dar leite de vaca fervido para uma potra órfã e com um mês de vida?” foi a pergunta de Josinaldo, de Oriximiná (PA). Para responder a essa pergunta, a consultora da Embrapa explica quais as melhores técnicas para amamentar um potro.

Para amamentar órfãos de equinos, a recomendação é sempre contar com um banco de leite de égua congelado. A substituição da bebida é uma prática comum adotada em haras e criações comerciais, a fim de evitar a desnutrição de potros que ficaram sem a mãe.

Assim que o potro nasce, ele é amamentado pela primeira vez. Esse primeiro leite, conhecido como colostro, é um alimento vital para o equino que acabou de nascer, pois contém anticorpos que fortalecem o sistema imunológico.

Se a égua morrer no parto, o produtor precisa fornecer o colostro de outra égua para o órfão. Éguas que pariram com saúde possuem leite suficiente para sua prole e para eventuais órfãos recém-paridos. Esse leite, pode, então, ser congelado e reaquecido no momento de amamentar o equino. Caso o criador não tenha o alimento em sua propriedade, deve buscá-lo em haras que tenham um banco de colostro.

Para amamentar o potro nos meses seguintes ao parto, uma alternativa aos bancos de leite é aproximar o recém-nascido de éguas que pariram recentemente. Assim, ela pode adotar o filhote e amamentá-lo. Para facilitar a aceitação, costuma-se cobrir o recém-nascido com urina, leite ou fluidos placentários da égua.

Nos três primeiros meses de vida, o potro não consegue processar alimentos sólidos. Por isso, ele deve consumir apenas leite. A partir do quarto mês de vida, com o desmame, ele JÁ pode comer volumoso e ração.  

CONSULTORA: RAQUEL SOARES JULIANO, pesquisadora de sanidade animal e conservação in situ de RGA da Embrapa Pantanal, Rua 21 de Setembro, 1880, Caixa Postal 109, CEP 79320-900, Corumbá (MS), tel. (67) 3234-5800, www.embrapa.br/fale-conosco

Fonte: Globo Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.