Como garantir qualidade no manejo de ordenha

Como garantir qualidade no manejo de ordenha

PARTILHAR

É através do processo de ordenha que o fazendeiro garante a manutenção da sua fazenda. Confira as dicas abaixo e tenha melhores resultados!

A atividade primária de um produtor leiteiro é o manejo de ordenha. É através do processo de ordenha que o fazendeiro garante a manutenção da sua fazenda. Para que isso aconteça de maneira adequada e com qualidade é preciso que as vacas leiteiras estejam sadias, calmas, estimuladas, tetos limpos e secos para que o procedimento dure o menor tempo possível e que não haja leite residual.

Seis princípios básicos para o manejo adequado de ordenha do rebanho leiteiro:

1- Cuidados de higiene e limpeza

Verificar se o equipamento de ordenha e o tanque de refrigeração estão limpos. Antes de iniciar, o ordenhador deve lavar as mãos com sabão e secá-las com papel toalha.

2- Identificação  de casos de mastite

Para a realização do teste o ordenhador retira os três primeiros jatos de leite de cada teto em uma caneca de fundo preto e observa se há alguma alteração no aspecto do leite. O teste deve ser feito todos os dias, em todas as vacas e tetos para identificar a existência de mastite.

3- Desinfecção dos tetos

O procedimento de desinfecção reduz os números de bactérias. Antes de iniciar a ordenha, deve-se mergulhar os tetos em solução desinfetante própria para o uso antes da ordenha. Logo secar com papel toalha descartável para evitar a queda das leiteiras durante a ordenha.

4- Horários das ordenhas

É importante estabelecer um horário fixo para a ordenha. Um fator essencial para a produção diária é definir os horários dos intervalos de forma regular, como por exemplo, um intervalo de 12 horas.

5- Ambiente de permanência dos animais

O ambiente é um fator decisivo para a realização de um bom procedimento. O conforto do ambiente propicia uma alta qualidade do leite e minimiza os riscos de mastite. Já que situações de estresse, como a presença de barro, ausência da sombra de piquetes que prejudicam o sistema de defesa do animal. Manter o local limpo e drenar os locais de descanso evitam infecções nos intervalos da ordenha e acúmulo de água e barro.

6- Tempo de espera das vacas

Não é recomendado que as vacas leiteiras fiquem mais que uma hora na sala de espera da ordenha. Se a demora ultrapassar uma hora, a ordenha poderá ser incompleta por consequência do estresse. Uma dica para que o processo tenha qualidade é conduzir o rebanho sem agressões e atropelos. Para que o momento de espera seja agradável ao animal também é importante ter sombra, ventiladores e aspersores (dispositivo utilizado para jorrar água) que melhoram o conforto para uma ordenha completa em menos tempo.

Quer dicas infalíveis de como prevenir a mastite em vacas leiteiras?

CLIQUE AQUI

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com