Como sincronizar o cio de forma barata e eficaz

Como sincronizar o cio de forma barata e eficaz

PARTILHAR
vacas girolando
Foto: JCN Assessoria

Na pecuária leiteira o sucesso da atividade está diretamente relacionado à eficiência reprodutiva do rebanho, mas como obter esses resultados de forma barata?

Na pecuária leiteira o sucesso da atividade está diretamente relacionado à eficiência reprodutiva do rebanho, sendo este um grande desafio para o setor. Segundo alguns autores, isso se deve à influência negativa que a produção de leite causa na intensidade e duração do estro, consequentemente afetando a identificação dos sinais de cio (CUTULLIC et al., 2009).

A fim aumentar a eficiência reprodutiva, desenvolveram-se técnicas que fazem uso de hormônios sintéticos que mimetizam os efeitos dos hormônios endógenos. Uma dessas técnicas é a sincronização de cio através do uso de Cloprostenol, uma Prostaglandina PGF2α sintética (PATE & TOWNSON, 1994).

O desenvolvimento dessa molécula ocorreu na década de 70, revolucionando a forma de sincronizar o cio, visto que anteriormente a luteólise era pouco eficaz, feita apenas com estrógenos (VASCONCELOS, 2000).

O grande avanço da intervenção hormonal no ciclo estral ocorreu na década de 70, com a descoberta da prostaglandina e de seus análogos sintéticos. Anteriormente, a luteólise era obtida com estrógenos, que não apresentam alta eficácia e que possuem muitos efeitos colaterais, como a ocorrência de cistos, por exemplo (MADUREIRA; BARUFI, 2000).

A função do Cloprostenol é promover a destruição do corpo lúteo (luteólise), diminuindo os níveis de progesterona e, consequentemente, promovendo uma nova ovulação. Dentro de um protocolo, a Prostaglandina sintética possui a função de encurtar o período de diestro, antecipar a ovulação e até mesmo sincronizar o ciclo estral do rebanho, o que facilita o melhoramento genético através da inseminação artificial (Gregory & Rocha, 2004).

Pesquisas mostram que o Cloprostenol pode reduzir o intervalo entre os ciclos estrais e aumentar a taxa de detecção de cio, entretanto não promove regressão de corpos lúteos com menos de cinco dias pós cio, sendo importante duas aplicações com intervalo de 11 dias. Vacas em anestro também não são sincronizadas por esse hormônio (VASCONCELOS, 2000).

De qualquer forma, o uso do Cloprostenol, além de reduzir o intervalo entre os ciclos estrais e aumentar a taxa de detecção de cio, reduz o manejo por reduzir ou até mesmo extinguir a necessidade de observação diária de cio, aumentando assim os índices de prenhez da propriedade (VASCONCELOS, 2000).

Fonte: Portal DBO

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com