Como ter um Touro Nelore “pacote completo”

PARTILHAR
B2887 da Santa Nice - Backup x Bitelo DS
Foto: Fazenda Santa Nice

São necessários touros que unam genética e a morfologia para imprimir qualidade aos produtos já a partir da próxima safra. Touro Nelore só se for “pacote completo”, confira!

A Embrapa prevê que metade dos pecuaristas sairão da atividade nos próximos 20 anos e mesmo assim dobraremos a produção de carne bovina. Não importa o número de vacas, se você não busca eficiência e lucro em cada bezerro desmamado, em cada novilho abatido, corre risco de sair do mercado. São necessários touros que unam genética e a morfologia para imprimir qualidade aos produtos já a partir da próxima safra. Touro Nelore só se for “pacote completo”, confira!

Para atingir a alta produtividade, de forma sustentável, é fundamental que o processo comece ainda na fase da cria, certo? Correto! O grande diferencial dos números alcançados pelas grandes agropecuárias está na escolha correta do Touro que será utilizado no plantel das matrizes. Confira abaixo alguns pontos importantes na escolha deste animal!

A pecuária de corte brasileira evoluiu muito nos últimos 30 anos, graças à utilização de novas tecnologias voltadas à produção de carne de melhor qualidade.

Raça Nelore

Difundida por todo território nacional, a raça nelore, predomina nos nossos sistemas de criação como raça pura ou como base para todos os cruzamentos. Com destacada fertilidade, capacidade de adaptação a vários sistemas de produção, precocidade e desempenho em peso, contribui efetivamente para a produção de carne no país.

A pelagem varia predominantemente do branco ao cinza e suas combinações, mas apresenta também variantes pintadas ou malhadas de preto ou vermelho, que ocorrem em menor frequência. A variedade mocha da raça surgiu no Brasil. A raça conta com 10.207.742 animais registrados (nov/2020) para os animais portadores de chifres e 826.314 para os animais mochos. O peso médio dos machos a desmama é da ordem de 192 kg e o das fêmeas de 171 kg. Ao sobreano os machos atingem 326 kg e as fêmeas 277 kg.

Com a busca frenética dos frigoríficos exportadores por novilhos precoces, criou-se Plus de preço superior em relação ao boi comum, o que ainda elevou o preço dos bezerros a patamares históricos.

Sabemos não é possível chegar lá usando boi de boiada ou tucura, como é conhecido em muitas regiões, na reprodução do seu rebanho. São necessários touros que unam genética e a morfologia para imprimir qualidade aos produtos já a partir da próxima safra.

touro nelore mocho do brasil
Foto: Allim Bassitt

Touro Nelore só se for “pacote completo”

Hoje, já é comum vivenciarmos e falarmos de inseminação artificial em tempo fixo (IATF), genômica aplicada ao melhoramento e uso em massa da avaliação genética, que tem por base a Diferença Esperada na Progênie (DEP)“, apontou o Roberto Vilhena – Zootecnista, jurado efetivo da ABCZ e mentor do curso on line Touro Nelore 30 K.

Seja por IATF ou monta natural (realidade esmagadora das fazendas), escolher um bom Touro Nelore, que é a principal raça no rebanho nacional e responsável por projetar o Brasil no cenário mundial de produção de carne bovina, é o caminho mais rápido para alavancar os resultados da propriedade.

Entretanto, todas essas ferramentas têm a mesma finalidade, identificar bons touros Nelore: Elemento-chave para a produção de matrizes adaptadas, para o cruzamento industrial e para a seleção de genética superior PO (pura de origem).

Para que o pecuarista possa, contudo, tirar máximo proveito dessas tecnologias, os touros precisam ser capazes de:

  • caminhar grandes extensões com facilidade;
  • ter aprumos fortes para fazer o salto;
  • ter umbigo corrigido para aumentar as taxas de fertilidade;
  • ser pigmentado para enfrentar o calor;
  • produzir vacas com ótima habilidade materna e facilidade de parto
  • Dentre outros.

Estabelecer alguns critérios de escolha, portanto, é de fundamental importância para se ter sucesso nessa jornada decisiva da evolução dos rebanhos e na obtenção dos melhores resultados. Critérios estes que podem ser aplicados às compras diretas em fazendas, em leilões presenciais e virtuais ou até mesmo no momento da aquisição de doses de sêmen nas centrais de inseminação artificial. 

“Um touro precisa ser harmônico, equilibrado, comprido, arqueado, profundo, possuir bons aprumos e cascos fortes, bainha e umbigo bem posicionados, escroto de bom tamanho, forma e posicionamento, boca larga e narinas amplas, peito aberto, com costelas bem arqueadas, longas, espaçadas, garupa extensa e larga”, explica o zootecnista Roberto Vilhena Vieira.

Com 33 anos de experiência como zootecnista e 20 como jurado efetivo da ABCZ, Roberto Vilhena criou um treinamento batizado de Touro Nelore 30K para ajudar pecuaristas na tarefa de escolher seu próximo reprodutor.

Veja como escolher o Touro Nelore Completo

Dividido em 14 módulos, no curso online, Roberto explica de forma simples, conceitos de morfologia, DEP e manejo de touros tanto a quem ainda não usa touro Nelore na reprodução do rebanho quanto aqueles interessados apenas em reprodutores PO ou CEIP.

O treinamento é uma iniciativa do jornalista especializado em pecuária Adilson Rodrigues e do mentor selecionado para o curso, o Roberto Vilhena Vieira.

Roberto é pecuarista no interior paulista, zootecnista há 30 anos e completou duas décadas como jurado efetivo da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.