Embrapa aproxima o Agro da indústria dos jogos digitais

PARTILHAR

As startups e empresas que participarão da chamada pública serão desafiadas a apresentar propostas de games que contemplem aspectos técnicos.

Embrapa Solos (RJ), Firjan SENAI e Sistema CNA/Senar lançam, no dia 26 de março, às 19h, em live no YouTube, o SoilsPlay: o agro entrou no jogo, um projeto inovador que agrega duas das maiores cadeias de valor do mundo dos negócios: o agronegócio e a indústria de jogos digitais.

As startups e empresas que participarão da chamada pública serão desafiadas a apresentar propostas de games que contemplem aspectos técnicos, capacitação e possíveis simulações de cenários, de maneira lúdica e atrativa. Os temas são baseados nas vertentes de sistemas integrados de produção, serviços ecossistêmicos, mercado de carbono, recuperação e conservação de solos e experiência do consumidor.

Com o apoio da Associação Brasileira das Empresas Desenvolvedoras de Jogos Digitais (Abragames), o evento terá como diferencial a sua associação a edital específico, que promoverá o desenvolvimento dos jogos em conjunto com a Embrapa Solos e a Firjan SENAI, visando à obtenção do jogo finalizado e à articulação com o mercado e investidores. Na grande final do SoilsPlay, prevista para junho, uma comissão julgadora escolherá até três propostas entre as finalistas, que estarão automaticamente selecionadas para o edital, que prevê aporte financeiro para o desenvolvimento dos projetos.

Mentores da Embrapa Solos e da Firjan SENAI, principalmente o Instituto Senai de Inovação Sistemas Virtuais de Produção (ISI SVP), darão suporte técnico às equipes conforme previsto em edital. O período e as regras para inscrição serão amplamente divulgados, em breve, após a publicação do edital.

Poderão participar acadêmicos ou profissionais de diversas áreas de conhecimento, organizados em equipes de empresas ou startups. O ISI SVP possui ampla expertise na produção de gamificação para a indústria, assim como para colaborar na produção e submissão das propostas as serem apresentadas pelas empresas e startups na chamada pública.

Para Petula Ponciano, chefe-geral da Embrapa Solos, o SoilsPlay é uma ação que envolve uma nova forma de comunicação do conhecimento que é gerado pelo centro de pesquisa, com base na sustentabilidade de dois recursos essenciais para o planeta: solo e água. “O evento e seus desdobramentos trarão também a perspectiva de trabalharmos novos cenários e desafios para setor agro. Ao mesmo tempo, irão colaborar para popularizar a sustentabilidade da produção agropecuária brasileira e promover o engajamento das pessoas por meio de uma ferramenta dinâmica e moderna, que são os jogos e a gamificação.”

Fabricius Garcia Neto, especialista em captação de recurso da Firjan, ressalta que iniciativas como a do SoilsPlay, idealizada pela Embrapa Solos, são de extrema relevância para o setor agrícola, umas das atividades mais importantes da economia brasileira. “A gameficação do aprendizado de aspecto técnico, administrativo e operacional de uma fazenda, com um roteiro de atividades a partir da experiência real, é uma ferramenta moderna de disseminação do conhecimento que vai apoiar produtores em todo País”.

“Os jogos digitais, além de entreter, são ferramentas importantes de educação e sensibilização para gerações que cresceram jogando videogames e jogos em celular. Esta parceria com a Embrapa e a Firjan SENAI neste desafio é um passo enorme para chamar a atenção em temas cruciais sobre sustentabilidade, ciência e melhores e modernas práticas no agronegócio”, reforça Rodrigo Terra, presidente da Abragames.

O agro entrou no jogo

A última década marcou a consolidação em escala global da importância dos três pilares que definem o desenvolvimento sustentável, com transformações nos aspectos sociais, econômicos e ambientais. No Brasil, os avanços do setor agropecuário com ênfase na sustentabilidade tornaram-se realidade por meio de conhecimento, inovação e tecnologia, que aumentam a rentabilidade do setor e minimizam os impactos ambientais.

“Por outro lado, o Brasil tem abundância de mentes criativas e competentes que circundam e integram os ecossistemas de inovação, o mercado de games, a indústria criativa e as instituições de ensino e pesquisa, mentes ávidas em buscar oportunidades e soluções para questões relevantes. O SoilsPlay nasce com o intuito de aproximar o agro sustentável dessas mentes, para inseri-lo de vez nesses ambientes inovadores”, explica Gizelle Cristina Bebendo, analista da Embrapa.

Para os organizadores, a indústria de jogos digitais e o emprego da gamificação, que têm exibido crescimento contínuo, apresentam-se como potenciais e inestimáveis aliados do agronegócio. “O SoilsPlay é mais do que um evento ou edital, é um movimento para aproximar os games e o agro de forma efetiva”, reforça Gizelle.

Fonte: Embrapa

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.