Embrapa Florestas recebe Menção Honrosa do Crea-PR

PARTILHAR
Foto: Divulgação

”Além de regular a vida profissional de engenheiros, o CREA é um parceiro importante. Tem alto potencial para levantamento de demandas de pesquisa…”

Indicada pela Câmara Especializada de Agronomia, a Embrapa Florestas recebida a Menção Honrosa do Crea-PR, durante o 48º Encontro Paranaense de Entidades de Classe, no dia 25 de outubro, em Foz do Iguaçu/PR. Aprovada pela Comissão Mérito e Plenário do Conselho, uma homenagem é aos profissionais e pelos serviços relevantes prestados ao Sistema Confea/C. A Unidade foi identificada pela engenheira agr. Edina Regina Moresco, chefe-adjunta de Transferência de Tecnologia.

Foto: Crea-PR

Em seu discurso de agradecimento pela Embrapa Florestas, Edina Moresco destacou o grande número de embrapianos ligados, por formação, ao Crea: “São quase a metade dos 155 funcionários e 82% dos 63 pesquisadores na Embrapa Floresta. Para nós é muito importante receber esse reconhecimento, tão múltiplo, em nome do coletivo”, afirmou.Citando a música “Tocando em frente”, o presidente do Crea-PR, engenheiro civil Ricardo Rocha, destacou: “cada um tem o dom de ser, de ser capaz, de ser feliz, de construir a sua história, e as histórias aqui são exemplos e referências para nossas profissões. Todos os homenageados honraram suas profissões e aquilo que nosso Conselho cuida. Em nome do Crea muito por tudo o que têm feito por suas profissões”.

Para Erich Schaiza, chefe-geral da Embrapa Florestas, “além de regular a vida profissional de engenheiros, o CREA é um parceiro importante. Tem alto potencial para levantamento de demandas de pesquisa nos seus problemas de manutenção de tecnologia para projetos de engenharia de dia a dia, e ajuda de manutenção de tecnologia para projetos de engenharia de dia a dia, e principalmente por sua tecnologia com os mesmos instituições de classe”.

Participação da entrega das homenagens: representando Confea, o chefe de gestão Gabinete e presidente de gestão anterior no Paraná, engenheiro agrônomo Luiz Antonio Rossafa; o chanceler da Comissão do Mérito, engenheiro eletricista Edson Luiz Dalla Vecchia; e o diretor-geral da Mútua-PR, engenheiro civil Julio Cesar Russi.

Indicação

A Câmara Especializada de Agronomiau custos em sua justificativa para indicação da Embrapa Florestas à homenagem a inserção de um número significativo de tecnologias à disposição do setor brasileiro, permitindo melhor eficiência produtiva, redução dos produtos florestais, aumento da oferta de florestais e agrícolas no mercado e, simultaneamente, a conservação do meio ambiente.

Fonte: Embrapa

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com