Empresas vão produzir carne de “maconha”, veja!

PARTILHAR
Foto Divulgação

As empresas tcheca e israelense assinaram um acordo para produzir carne de cannabis; O mercado de substitutos de carne deve atingir US $ 8,15 bilhões até 2026.

A empresa israelense Roots Sustainable Agricultural Technologies e a tcheca Hempoint, produtora de cânhamo, assinaram um acordo para explorar o uso comercial da proteína da planta da família da maconha em produtos derivados da carne de base vegetal.

A Hempoint considera o uso da tecnologia chamada Root Zone Temperature Optimization (RZTO), de propriedade da Roots, para otimizar a produção de cânhamo. Do outro lado, em agosto, a empresa israelense segmento de carne à base de vegetais após obter resultados de estudos que apontavam aumento de até 67% das safras de ervilha e feijão, usados ​​extensivamente como ingredientes na carne vegetal.

A semente de cânhamo é uma fonte magra de proteína vegetal, com baixo teor de gordura e sem colesterol ou gordura saturada, além de conter aminoácidos que recupera as células musculares, regular o sistema nervoso e impulsionar a função cerebral.

Um cluster CzecHemp, da qual a Hempoint faz parte, formada por parte específica em desenvolver a indústria tcheca de cânhamo e cannabis medicinal, está investigando maneiras de elevar o teor de proteína das sementes da planta. De acordo com a Roots para o uso da tecnologia RZTO é uma forma de fazer isso.

De acordo com a Fortune Business Insights, o mercado de substitutos de carne deve atingir US $ 8,15 bilhões até 2026.

“As práticas de cultivo rigorosas da Fotmer abriram caminho para um processo de aprovação uniforme em Israel, que recentemente alterou seus regulamentos para as importações de cannabis”, continuou Lewis. 

“Como uma das maiores produtoras e exportadoras de cannabis medicinal, este acordo serve como um passo significativo para a Fotmer no mercado internacional de cannabis e representa outra prova de que a América Latina está posicionada para dominar a cadeia de abastecimento global de cannabis”.

O contrato de fornecimento também permite que as partes lancem produtos médicos de marca nos mercados israelense e da União Europeia e concede exclusividade e direitos relacionados à Canndoc no mercado israelense por um período de até 7,5 anos.

“Impulsionados pela missão de aumentar o fornecimento global de cannabis medicinal com certificado GMP e de alto teor de THC para pacientes que participam dos mercados de cannabis medicinal, temos o prazer de entrar neste acordo exclusivo com a Canndoc para atender ao mercado doméstico em rápida expansão em Israel”, disse o Dr. Jordan Lewis, CEO da Fotmer.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.