PARTILHAR

Pecuaristas comemoram os preços de bezerros e valorização da cria no cenário nacional embalados pelo preço histórico da arroba; até quando?

A atividade de cria sempre, nas análises dos especialistas, remunerou menos que recria e engorda na pecuária, mas nos últimos meses vimos o preço do bezerro dar grandes saltos e em algumas praças está sendo negociado por R$ 1.500,00. Esse preço deve-se muito ao firme movimento de alta da arroba do boi gordo. Nos últimos meses, os preços do boi gordo atingiram recordes nominais – um atrás do outro. Agora, a arroba também está bem perto de alcançar patamar histórico em termos reais, ou seja, descontado o “efeito inflação”.

Fonte: Exagro

Para especialistas são novos tempos, onde a cria finalmente será valorizada. “Esse movimento é duradouro, motivado pela necessidade de uma boa genética para que se obtenha lucro na recria/engorda ou pela necessidade de entregar qualidade de carne (pecuária da carne de qualidade), ambas são importantes, tem muito espaço atual e um futuro promissor. Resta ao pecuarista escolher qual estrada seguir, em função da fazenda, sistema de produção e sobretudo de entender qual sangue corre em suas veias: o da eficiência ou o da carne de qualidade… é necessário uma dose cavalar de AUTOCONHECIMENTO, raro aos (às) pecuaristas” analisou Rodrigo Albuquerque do Notícias do Front.

Preços em 18/11 – Foto: Scot Consultoria

“Esse “bezerro/bezerra de ouro” dever servir de incentivo (e capital) aos pecuaristas de cria para utilizarem a “caixa de ferramentas” que promove e garante a alta rentabilidade nesse setor. A cria de qualidade é o alicerce insubstituível da carne de qualidade, qualquer que seja o mercado desta. E, sem qualquer dúvida, a incorporação do pacote tecnológico adequado a cada realidade, permitirá que toda a produção pecuária brasileira seja de qualidade (atendendo a cada mercado específico) e rentável” relata Maurício Velloso da Mundo Pecuário.

Não é novidade que a demanda chinesa tem sido um ponto fundamental para explicar as valorizações do boi gordo, mesmo com uma demanda doméstica em recuperação. Isso nos trás para o primeiro motivo da valorização do bezerro, outro fator fundamental é a qualidade do bezerro produzido pelo pecuarista nos dias de hoje. A disseminação de tecnologias, principalmente a definição da estação de reprodutiva possibilitou ao produtor agilizar e melhorar os processos dentro da fazenda.

Bezerro de qualidade é essencial para o lucro da pecuária de corte

A produtividade ganha espaço na fazenda, pelo simples fato de que, assim como qualquer outro negócio, a pecuária necessita ser competitiva e garantir rentabilidade, trabalho que começa com a produção de um bezerro de qualidade, seja ele Nelore ou de cruzamento. Um bezerro de qualidade nasce sem gerar problemas de parto, desmama pesado e desenvolve carcaça frigorífica. Estrutura forte, costelas profundas, arqueadas e espaçadas, musculosidade, aprumos corretos e boa caracterização racial são indicativos de um bom animal.

Fique atento pecuarista, a valorização da cria está diretamente ligada ao novo modelo de pecuária, a qualidade sempre será levada em consideração.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.