Europa: o que a seca significa para o preço do leite e da carne

PARTILHAR
Foto: Divulgação

O clima extremo agrava as dificuldades já enfrentadas pelos produtores da União Europeia, o maior exportador de carne suína e queijo do mundo.

A seca que está afetando as fazendas da Europa deve elevar ainda mais os preços do leite, queijo e carne, aumentando a pressão sobre os consumidores, já que todo o resto nos supermercados fica mais caro.

calor escaldante do verão está secando as pastagens e diminuindo as colheitas de grãos destinados a alimentar rebanhos de animais. Os criadores de gado e ovelhas britânicos estão mergulhando em suas reservas de forragem de inverno no auge do verão. Os campos de milho na França estão em sua pior forma em uma década e murchando em outros lugares, exacerbando o déficit próximo na alimentação do gado.

O clima extremo agrava as dificuldades já enfrentadas pelos produtores da União Europeia, o maior exportador de carne suína e queijo do mundo. Os produtores de gado estão enfrentando o aumento dos custos de grãos e energia, além da escassez de mão de obra e surtos de doenças. Isso reduziu os rebanhos e aumentou os preços da carne na UE em junho em cerca de 12% em relação ao ano anterior – o maior salto de todos os tempos. “Já estivemos aqui antes em outros anos secos, mas agora é realmente incrível”, disse Alexander Anton, secretário-geral da European Dairy Association. “Espere o leite se torar ainda mais precioso.”

leite europa seca

A maior parte da Inglaterra acabou de ser declarada em seca, e a França está no meio da sua pior já registrada. Outros pesos pesados agrícolas europeus – incluindo Romênia, Itália e Alemanha – estão sofrendo com as baixas chuvas e temperaturas escaldantes que estão secando rios vitais para o transporte e irrigação.

Os preços dos alimentos subiram 11% na UE em junho e quase 10% no Reino Unido em relação ao ano anterior, os maiores saltos em mais de uma década. Os custos de outros itens essenciais domésticos, como energia, também estão aumentando constantemente.

No sul do Reino Unido, as pastagens estão “secas como um osso” e os produtores não podem semear as culturas de cobertura que cobrem os campos durante o inverno porque as sementes não germinam, disse Phil Stocker, executivo-chefe da National Sheep Association.

O gado está comendo feno e silagem, que normalmente não são necessários até o final de outubro, disse Richard Findlay, presidente do conselho de gado da União Nacional de Agricultores do Reino Unido. Isso significa que os produtores podem ter que comprar mais no inverno, provavelmente a preços mais altos.

seca europa

Grande parte da Europa foi dominada por um verão mais seco do que o normal

Os produtores de leite estão em uma situação semelhante, e as mudanças relacionadas à seca nas rações das vacas podem diminuir sua produção, disse Anton. As vacas já dão menos leite no clima quente. “Nesta época do ano, todos os animais devem estar pastando ao ar livre, que é a forma mais barata de alimentação”, disse Findlay. “Como elas não estão fazendo isso, você certamente tem um custo extra.”

O milho em grande parte do continente está em péssimas condições, com o analista Strategie Grains esperando a menor colheita da UE desde 2007. O grão é um alimento básico para o gado, e o déficit ocorre quando os embarques da Ucrânia –  de onde a UE normalmente compra, mesmo em anos de melhor oferta – continuam interrompidos pela invasão da Rússia.

Algumas cargas de milho ucranianas estão se movendo novamente por mar, mas a Europa também está reservando suprimentos de mais longe. A Itália comprou 105.000 toneladas dos EUA para a temporada 2022-23 – a maior compra do país em pelo menos duas décadas.

leite europa seca

Mais produtores europeus estão esvaziando campos de milho mais cedo para silagem à medida que as perspectivas de rendimento pioram. Eles também podem misturar mais trigo nas rações do gado, uma vez que o grão foi coletado antes do impacto da seca e está sendo negociado com um desconto raro em relação ao milho.

“Por causa da falta de forragem, muitos produtores tentarão colher lotes que anteriormente eram esperados para serem colhidos como grãos”, disse Vincent Braak, analista de safras da Strategie Grains, sobre o milho. “Mesmo fazendo isso, os criadores de gado enfrentarão enormes problemas.”

Fonte: Bloomberg

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com