Evento reúne importantes nomes do Agronegócio

PARTILHAR
Alê Virgílio/Forbes

Forbes reúne os gigantes do agronegócio em São Paulo; Realizado no hotel Rosewood, o Forbes Agro100 Power Dinner homenageou empresas e produtores rurais.

Empresas do agronegócio, cooperativas e produtores rurais de todo o país se reuniram em São Paulo na noite de ontem (26) para o Forbes Agro100 Power Dinner. Realizado no recém-inaugurado Rosewood, um dos mais luxuosos hotéis da capital, o evento contou com a presença de presidentes e CEOs de grandes corporações, e foi uma homenagem aos protagonistas dessa grande indústria a céu aberto que requer uma alta tecnologia para a produção de alimentos, bioenergia e fibras.

“Não existe um setor no Brasil que represente o país mais do que o agro. Não falo isso da boca para fora. É a minha sensação real e foi o motivo que me levou, há mais de um ano atrás, a criar uma vertical exclusivamente para o agronegócio, a Forbes Agro”, diz Antonio Camarotti, CEO e publisher da Forbes Brasil”.

Para homenagear o agronegócio, o Forbes Agro 100 foi dividido em seis categorias que contemplam atuações diversas, como fontes de energia, proteção da biodiversidade, fazendas inteligentes, bem-estar animal, agricultura e pecuária regenerativas, economia circular, conectividade, insumos e bioinsumos, rastreabilidade, sistemas integrados – como a integração lavoura-pecuária-floresta – e as boas práticas de governança.

“Há um desafio global gigantesco para a segurança alimentar, que é a única garantia de qualidade social e política nos países. E há também uma oportunidade para o Brasil abastecer o mundo”, disse Roberto Rodrigues, coordenador do Centro de Estudos do Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas e colunista da Forbes, em seu discurso.

“O Plano Safra, que deve sair nos próximos dias, não deve ser um plano convencional. Ele deverá ser um Plano Safra para os tempos de guerra. Tradings, bancos privados, fabricantes e importadores de insumos agrícolas, cooperativas, associações e a mídia devem se juntar sob um plano que permita ao Brasil fazer um recorde em grãos e carnes.”

Na categoria Alimentos e Bebidas estiveram presentes para receber as homenagens as empresas Brejeiro, BRF, Cargill, Caramuru Alimentos, Granol, Frigol, JBS, J.Macêdo, Pif Paf Alimentos, Plena Alimentos, Prima Foods, SLC Agrícola e Vigor Alimentos.

“Em eventos como este temos a chance de reconhecer os principais empreendedores do agro brasileiro. É um prazer encontrar vários colegas e amigos de muito tempo. Esta é uma iniciativa que busca unir cada vez mais os principais empreendedores e executivos do agro brasileiro”, disse Gilberto Xandó, CEO Brasil da JBS.

Alê Virgílio/Forbes
Alê Virgílio/Forbes

Para Aurélio Pavinato, CEO da SLC Agrícola, eventos como o de ontem valorizam o agronegócio brasileiro. “O agro vive um momento muito especial. Estamos atendendo uma demanda da população mundial quando ocorre uma guerra na Europa e o Brasil está assumindo uma importância cada vez maior no fornecimento de alimentos”, disse ele.

Na categoria Agroenergia, receberam o troféu Forbes Agro100 a BSBios, Copersucar, Cosan, Delta Sucroenergia, Tereos, Grupo São Martinho, SJC Bioenergia e Usina Coruripe. Para a categoria que reúne os setores de trading, comércio e equipamentos, receberam as homenagens do Forbes Agro100 a Agrogalaxy, Aliança Agrícola do Cerrado, Belagrícola, Jacto, Louis Dreyfus Company e Oba Hortifruti.

Entre as cooperativas, foram homenageados a Aurora Alimentos, C.Vale, Coagril, Copercana e Coopercitrus. “Um evento deste, com tantas lideranças, é muito importante para explicar a importância que a atividade agropecuária tem para o desenvolvimento e para a economia brasileira”, disse Fernando Degobbi, CEO da Coopercitrus.

Fecham as premiações as empresas nas categorias Agroquímica e Madeira, e Celulose e Papel. Em Agroquímica foram homenageadas Adufértil, Cibrafértil, Ihara e Yara Brasil. Assim como Arauco, CMPC e Klabin.

“É muito importante a gente criar eventos como este, divulgar na mídia e fomentar networking para difundirmos mais o agro, trazer mais investimentos e desmistificar alguns negócios que a população ainda desconhece”, disse Maurício Harger, diretor-geral da CMPC. Para Julio Borges, CEO da Ihara, “conectar todos da cadeia do agro em um evento proporcionado pela Forbes só aumenta a sinergia entre nossos negócios”.

Além das homenagens, o evento foi palco para o lançamento do grupo Forbes AgroMulher. O projeto será presidido pela engenheira de alimentos e produtora rural Helen Jacintho, que há mais de 15 anos realiza a gestão das fazendas Continental e Regalito, em São Paulo e Goiás, e é colunista da Forbes.

“A ideia do grupo é ser um think tank. Queremos que seja um conglomerado de ideias para criarmos um espaço de mulheres apoiando mulheres”, afirmou Jacintho durante o jantar.

“Pensamos também em fazer mentorias para jovens meninas que sejam do agro. Assim, podemos doar de volta e trazer mais mulheres para o grupo.”

Alê Virgílio/Forbes

Fonte: Forbes

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com