Expointer cresce e gera mais de R$ 2 bilhões em negócios

Expointer cresce e gera mais de R$ 2 bilhões em negócios

PARTILHAR
expointer
Foto: Divulgação

Edição de 2018 da ExpoInter termina com vendas acima do ano passado, total de negócios foi de R$ 2.300.360.769,81.

O balanço final dos resultados da 41ª Expointer, apresentado neste domingo (2) à tarde, em entrevista coletiva na Central de Imprensa do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, revela que o volume de vendas superou a edição anterior. O total de negócios foi de R$ 2.300.360.769,81, valor 13% superior ao ano de 2017.

No segmento de máquinas e implementos agrícolas, a comercialização atingiu R$ 2.284.813.575,33, cifra 18,8% além da obtida no ano passado.

Já o Pavilhão da Agricultura Familiar vendeu 40,3% mais que em 2017, alcançando a marca de R$ 4 milhões. Houve crescimento também no desempenho do setor de artesanato, que contabilizou R$ 1.277.968,48 com a venda de 30.930 peças. O aumento em comparação ao ano passado foi de 16,18%.

Na comercialização de animais, houve decréscimo de 3,6%. O valor de vendas ficou em R$ 10.269.226,00. Neste ano, a exposição de animais contou com 4.247 exemplares de 145 raças, o que representou elevação de 32%, como resultado do retorno da mostra de aves, que havia sido suspensa em 2017 em razão da gripe aviária.

Leia também

Se os resultados de comercialização agradaram os expositores, o número de público também não deixou a desejar. Nem mesmo a chuva dos últimos dias foi suficiente para frear a visitação. Em nove dias da feira, circularam pelo parque 370.581 pessoas.

Força do campo

Para o governador José Ivo Sartori, as boas vendas e a projeção de uma ótima safra agrícola mostram a credibilidade dos produtores na economia do estado. Sartori também destacou a produção da agroindústria pelas mãos dos pequenos produtores e a participação das entidades parceiras como fator determinante para o êxito da Expointer. Ressaltou ainda que mais uma vez a feira demonstrou a força do campo e o empenho do trabalhador do setor primário.

Para o secretários da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Odacir Klein, a movimentação de negócios representa o reflexo da economia do país. “No caso do segmento de máquinas, percebe-se que o acréscimo está diretamente relacionado à visão de investimentos para o futuro”, avaliou.

Também participaram da divulgação dos resultados da Expointer o vice-governador José Paulo Cairoli, o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcisio Minetto, o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, e representantes das entidades parceiras da feira: Farsul, Simers, Febrac, Ocergs, Fetag e Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Crioulo.
Infraestrutura

A infraestrutura do parque, dimensionada em 141 hectares e 70 mil metros quadrados de área de exposição, possibilitou melhor integração entre os 5.900 expositores. Nove espaços estiveram destinados para leilões e 19 áreas, para julgamentos. Os destaques deste ano ficam por conta da readequação dos estandes para gado de corte, com nova cobertura, do retorno do espaço para a comercialização das aves e da revitalização das esferas coloridas – símbolo da Expointer à entrada do parque.

Com a ampliação do Pavilhão da Agricultura Familiar em 3,5 mil metros quadrados, por exemplo, foi possível atrair 285 expositores em 280 estandes, onde os visitantes encontraram produtos da agroindústria, artesanato, plantas e flores. A expansão do espaço foi de 41%.

Touro Bolsonaro é campeão na Expointer

Via Assessoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.