Exportação de carne volta a bater recorde em agosto

Exportação de carne volta a bater recorde em agosto

PARTILHAR

Exportações de proteína animal crescem em agosto; carne suína teve salto de 78%. Em relatório, a Cogo – Inteligência em Agronegócio traz os principais números divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Os embarques brasileiros de carne bovina in natura encerraram agosto com recorde para o mês, atingindo 163,22 mil toneladas, com uma receita de US$ 654,24 milhões, segundo informa o economista Yago Travagini, consultor pela Agrifatto, com base nos dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex)

A média diária dos embarques em agosto ficou em 7,77 mil toneladas/dia, um avanço 5,62% quando comparado ao mês de julho. Na comparação anual (frente ao volume médio diário de agosto de 2019), a alta foi de 26,76%.

Segundo relata Travagini,  o valor da tonelada da carne bovina in natura exportada pelo Brasil vem sofrendo pressão negativa nos últimos meses. Em agosto, o preço médio da tonelada girou em torno de US$ 4.008,30, marcando uma queda de 1,79% ante julho/20 e baixa de 3,97% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Os embarques de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada somaram 163,2 mil toneladas, 20,8% acima das 135,1 mil toneladas exportadas em agosto do ano passado. O preço médio da tonelada avançou 3,97% na mesma comparação, chegando a US$ 4.008,30.

Já as exportações de carne de frango (carnes de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas) totalizaram 340,6 mil toneladas, avanço de 1,8% na comparação com as 334,5 mil toneladas de igual mês de 2019.

Por fim, as vendas ao exterior de carne suína fresca, refrigerada ou congelada cresceram em agosto deste ano em relação a igual período do ano passado, atingindo 87,7 mil toneladas, salto de 78,9% sobre as 49 mil toneladas embarcadas em agosto de 2019.

Veja os resultados das commodities agrícolas no relatório completo da Cogo!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com