Exportação do agro do Brasil bate US$ 100 bilhões em 2020

PARTILHAR
Foto Destaque. Fonte: Informativo dos Portos

A China adquiriu 73,2% da soja em grão do Brasil, o que correspondeu a 20,91 bilhões de dólares, alta de 2,2%; 2ª vez na história que alcança o número

As exportações brasileiras do agronegócio alcançaram 100,81 bilhões de dólares em 2020, segundo maior valor da história, atrás apenas do recorde registrado em 2018, de 101,17 bilhões, com forte demanda chinesa e apoio do dólar, informou nesta terça-feira o Ministério da Agricultura. Em relação a 2019, os embarques de produtos agropecuários subiram 4,1%. O agronegócio foi responsável por quase metade das exportações totais do Brasil em 2020, com participação recorde de 48%, ressaltou o governo.

O complexo soja (grão, óleo e farelo) foi o principal produto da pauta exportadora, com 35,24 bilhões de dólares e 101,04 milhões de toneladas.

Sozinhas, as exportações de soja em grão representaram 81,1% do valor exportado e alcançaram o segundo maior montante da série histórica, com 28,56 bilhões de dólares e 82,97 milhões de toneladas.

A China adquiriu 73,2% da soja em grão do Brasil, o que correspondeu a 20,91 bilhões de dólares, alta de 2,2% ante 2019.

O mercado chinês também foi o principal destino da carne bovina in natura exportada, respondendo por 54,2% do faturamento de exportação.

Segundo o ministério, as vendas externas de carne bovina brasileira registraram recorde em valor (7,45 bilhões de dólares) e volume (1,72 milhão de toneladas).

Na mesma linha, os embarques da proteína suína também marcou máximas históricas em valor (2,12 bilhões de dólares), quanto em volume (901,10 mil toneladas).

Já as importações de produtos do agronegócio apresentaram queda de 5,2%, chegando a 13,05 bilhões de dólares. O aumento das exportações e queda das importações resultou em um saldo superavitário de 87,76 bilhões para o setor.

Fonte Money Times

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.