Fazenda produz 15.000 litros de leite por dia no Deserto, veja!

Fazenda produz 15.000 litros de leite por dia no Deserto, veja!

PARTILHAR

Localizada em Israel, fazenda mostra que não existe limite para se produzir leite com qualidade. Veja como a Fazenda Zeelim consegue superar o calor do verão!

POR ISRAEL FLAMENBAUM E ADRIANO SEDDON

A fazenda leiteira Zeelim está localizada no sul de Israel, caracterizada por condições desérticas e baixa precipitação no inverno (100-150 mm/ano), de novembro a março.

Nos últimos anos, a água reciclada da grande área de Tel Aviv chegou à região por oleodutos e todos os campos foram cultivados com plantações e pomares. Isso mudou drasticamente o clima de Zeelim para noites muito mais úmidas e aumentou o índice temperatura umidade (THI) geral. Nos últimos verões, as vacas experimentam condições de estresse térmico por calor 24 horas por dia, 7 dias por semana, durante quase 4 a 5 meses por ano.

As instalações da fazenda consistem em dois grandes galpões de compost barn com telhado rígido aberto, bem como áreas de compostagem para novilhas, vacas secas e vacas próximas ao parto. A área de descanso das vacas leiteiras é de cerca de 20 metros quadrados por vaca. Os galpões são bem ventilados naturalmente e permitem compostagem seca, durante quase todo o ano, com um regime de revolvimento diário da cama.

A fazenda leiteira Zeelim possui 350 vacas israel-holandesas (315 vacas leiteiras e 35 vacas secas), que são ordenhadas 3 vezes ao dia (04:00, 12:00 e 20:00), com duração de quatro horas para cada sessão de ordenha. A produção média diária de leite por vaca durante minha visita (julho de 2020) foi de 46 kg (totalizando 15.000 litros por fazenda/dia).

A produção de leite por vaca anual (corrigido para 305 dias) atingiu 14.785 kg e ficou em primeiro lugar em Israel neste ano. A gordura e a proteína do leite foram em média 3,80% e 3,40%, respectivamente, enquanto a contagem de células somáticas (CCS) do leite foi de 180.000 unidades/ml.

A fazenda Zeelim fornece às vacas Ração Total Mista (TMR), distribuída 3 vezes ao dia. O volumoso é picado e o soro de leite adicionado na hora da mistura, a fim de atingir um melhor teor de matéria seca (MS) e palatabilidade. A dieta contém silagens de trigo e milho com feno adicionado, como fontes de volumoso, e ração com grãos de milho e glúten, DDGS e farinha de colza, como fontes concentradas de energia e proteína. O consumo médio de matéria seca por vaca chega a 31 kg no inverno e sofre apenas uma pequena queda, para 29 kg, no verão. As concentrações da dieta é de 30% NDF, 1,77 Mcal NeL/kg, 17% de proteína bruta e teor de matéria seca da mistura de 60%.

Como a fazenda leiteira Zeelim “vence o verão”?

Lidar com o calor do verão começa muito antes de implementar um sistema de resfriamento de vacas leiteiras. Os corredores são sombreados com redes de plástico e bebedouros estão presentes dentro dos galpões, ao longo dos corredores e nos pátios de espera e resfriamento (> 30 cm de espaço por vaca).

O pátio de espera é dividido em 3 seções (com espaço de 2 metros quadrados/vaca). Todas as vacas recebem tratamento de resfriamento (combinando aspersão e ventilação forçada) nos pátios de espera e resfriamento antes de cada uma das 3 sessões de ordenha (duração de 45 a 90 minutos de resfriamento por grupo – ventiladores operam continuamente e água por 30 segundos a cada 5 minutos).  Além disso, as vacas são resfriadas por mais 2 a 3 vezes, entre as sessões de ordenha, incluindo resfriamento noturno (45 minutos/grupo).

Ventiladores da linha de alimentação (20″, 6 metros de distância), com 4 misters instalados na frente de cada ventilador, (4X14 lit./h) são ativados por “sensores de detecção” e operam 24/7, com ciclos de 30 segundos de nebulização a cada 5 minutos. No total, as vacas da fazenda Zeelim são resfriadas por mais de 6 horas cumulativas por dia, em pelo menos 6 sessões de resfriamento.

Para avaliar a eficácia do tratamento de resfriamento, são utilizadas médias de curto prazo (monitoramento da temperatura corporal da vaca) e de longo prazo (usando o índice da relação verão/inverno).

Ao longo do verão, dispositivos intravaginais registradores de dados são inseridos em uma amostra de vacas de cada grupo e a temperatura da vaca é monitorada em intervalos de 15 minutos por um período de 72 horas. Como pode ser observado na foto do gráfico, tirada da tela do computador da fazenda, as vacas são capazes de manter a temperatura corporal normal (abaixo de 39,0oC), durante todo o período estudado.

Ao final de cada ano, é calculado o índice da relação verão (julho/setembro)/inverno (janeiro/março), avaliando características produtivas e reprodutivas.

Como pode ser visto na tabela abaixo, a produção média de verão por vaca e a razão V:I para leite e taxas de concepção são apresentadas para a fazenda leiteira Zeelim, em comparação com 18 fazendas vizinhas e 162 fazendas de grande escala, em todo Israel.

 Fazenda ZeelimFazendas na região(18 fazendas)Fazendas em Israel(162 fazendas) 
Leite (Kg/dia)47,241,337,6
Razão V:I leite0,990,970,94
Razão V:I pico de lactação0,980,960,94
Taxa de concepção inverno59%43%41%
Taxa de concepção verão37%25%23%

Como pode ser visto na tabela acima, a fazenda Zeelim atinge uma produção média impressionante de leite por vaca no verão e quase não diminui a produção de leite nos meses de verão (relação V:I de 0,99), ficando acima da média da região sul de Israel (mais alta produtora do país) e muito acima da média nacional.

Perguntando a Hagar, administradora da fazenda, qual o segredo, sua resposta foi: “Não temos segredos, só prestamos atenção nos pequenos e nos grandes detalhes, procuramos dar tratamento profissional em todas as etapas da cadeia produtiva e, acima de tudo, nossa filosofia é, prioritariamente, criar nossas vacas com muito amor!

Fonte: MilkPoint

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com