Gigante chinesa vende mais de 200 máquinas em feira

PARTILHAR

Quem é a XCMG (Xuzhou Construction Machinery Group), que esta entre as cinco maiores fabricantes mundial do setor de máquinas pesadas? Agronegócio representou cerca de 10% das vendas na Agrishow!

A fabricante chinesa de máquinas pesadas de construção, a Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG), considerada a quinta maior do setor no mundo e a maior da China, chegou na Agrishow para mostrar que não está para brincadeira. Para se ter uma ideia, com o bom desempenho na feira, a empresa teve 10% das suas negociações sendo voltadas para o agronegócio.

Fabricantes chegam à Agrishow apostando no crescimento nas vendas devido às boas safras de várias culturas nos últimos anos. Em comum, os equipamentos têm conectividade para a transmissão em tempo real dos dados coletados no campo. Situação essa que vem se confirmando no crescimento das vendas e negociações concretizadas até o momento.

Ainda de acordo com a matéria veiculada pelo portal, segundo conversa com os executivos da companhia, até esta quinta-feira (28/4), o penúltimo dia do evento, foram vendidos cerca de 220 equipamentos, com a expectativa de aumentar ainda mais os negócio depois da feira, que terminará hoje, 29 de abril.

Pioneira no setor de maquinário no Brasil

Fundada em Março de 1989 e em suas duas décadas de existência, a XCMG passou a ocupar uma posição de liderança no setor de máquinas pesadas. Atualmente é a 5ª maior do mundo neste setor e a 1ª na China. No Brasil, a XCMG iniciou então obras de implantação em Pouso Alegre (MG), onde comemorou o lançamento da pedra fundamental ao final de 2012 e inaugurou oficialmente sua fábrica em 2014.

Ocupando uma área de 1 milhão de m², dos quais 150 mil são de construção de galpões. São quatro galpões principais de produção e mais de 10 instalações auxiliares, gerando todas as condições necessárias para a preparação de peças, solda, usinagem, montagem de máquina inteira e pintura.

A capacidade anual de produção chega a 7.000 máquinas, atualmente são produzidos principalmente cinco famílias de produtos:

  • Caminhão guindaste;
  • Carregadeira;
  • Escavadeira;
  • Motoniveladora
  • Rolo compactador,
  • Obs.: Todos com a possibilidade de aquisição através de FINAME.

Além disso, conta também com um Centro de Distribuição de Peças e Serviços para América Latina em Guarulhos (SP), que ocupa uma área de 50 mil m² e abriga um Centro de Treinamento credenciado pela fábrica.

No mundo, a empresa estabeleceu uma rede de comercialização bastante ampla, são mais de 110 distribuidores da XCMG oferecendo seus produtos e serviços por diversos países, incluindo o Brasil que já conta com dezenas de revendedores e assistências técnicas.

“A previsão é dobrar esse número no pós-feira, uma vez que o agronegócio representa 10% dos negócios da empresa”, afirma Renato Torres, diretor comercial. Na Agrishow deste ano, a empresa está lançando três escavadeiras. Uma delas, chamada de XE35U, tem um design sem cauda, o que promete operação mais eficiente em espaços curtos.

Maquinários na Agrishow

A feira abriga 800 marcas de 16 setores, incluindo maquinário agrícola e de construção, aviação, agricultura de precisão, armazenagem, fertilizantes, serviços financeiros e transportes.

Surgida em 1994 em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), a Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação) se destacou no cenário nacional por criar um evento que permitisse aos produtores rurais não só verem as máquinas estáticas nos estandes, mas também saberem como é a atuação delas no campo

Segundo os organizadores, a expectativa é movimentar R$ 6 bilhões nesta edição, o dobro da última, que aconteceu em 2019. Boa parte desse dinheiro é resultado da venda de máquinas agrícolas. E o setor está para lá de aquecido.

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), nesta quarta-feira (27), o setor deve crescer entre 5% e 9% neste ano.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com