Governo cria o Dia Nacional do Rodeio, veja!

Governo cria o Dia Nacional do Rodeio, veja!

PARTILHAR
principais campeões de rodeio
Foto Divulgação.

O Senado aprovou nesta quarta-feira (9) o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 108/2018, que define o dia 4 de outubro como Dia Nacional do Rodeio.

A data foi escolhida por ser mundialmente reconhecida como o Dia dos Animais e também o Dia de São Francisco de Assis, um dos santos mais queridos na comunidade católica e padroeiro dos animais. A homenagem segue para sanção presidencial.

Ao apresentar a proposta, o deputado Capitão Augusto (PR-SP) ressaltou a importância de que seja comemorada, em âmbito nacional, “uma modalidade de esporte que tem inequívoco significado cultural, além de sua relevante dimensão econômica”.

Uma grande vitória para o mundo dos rodeios, DIA 4 DE OUTUBRO É DIA NACIONAL DO RODEIO!

Na Comissão de Educação (CE), a matéria foi relatada pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT). Para ele, a iniciativa reconhece o significado da atividade que acontece em quase todo território nacional.

Ele registrou que, anualmente, ocorrem mais de dois mil rodeios por todo o país, com público pagante de 24 milhões, acima até do futebol.

O esporte do rodeio tem suas origens na pecuária extensiva praticada na Espanha e em diversas regiões do Novo Mundo. No Brasil, a versão histórica consagrada é que as primeiras competições de rodeio surgiram na cidade paulista de Barretos, no final da década de 1940.

Em 1956, um grupo de jovens que se autodenominaram Os Independentes organizaram a Primeira Festa do Peão Boiadeiro de Barretos.

Essa festa é realizada até hoje, sendo a maior do Brasil, com um público que alcança cerca de 900 mil pessoas ao longo dos dias de sua realização. No Rio Grande do Sul, acontece o chamado Rodeio Crioulo, com características próprias, muito arraigado nas tradições gaúchas.

— Ao lado de suas dimensões esportiva, cultural e de lazer, sobressai a importância econômica do rodeio, que gera milhares de empregos permanentes ou temporários e movimenta milhões de reais a cada ano. Parabenizo todos os peões do país — afirmou Wellington.

A senadora Kátia Abreu (PDT-TO) elogiou a aprovação da proposta, lembrando que o esporte é apreciado pelos produtores rurais e ocorre atualmente em 41 cidades de Tocantins.

Fonte: Agência Senado

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com